quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Conheça os riscos e cuidados com a osteoporose

  •  
  •  
A doença pode afetar adultos a partir do final da adolescência e até mesmo gestantes.

Foto: Divulgação
A osteoporose não é um problema exclusivo de mulheres pós-menopausa e de quem passou da faixa etária dos 60 anos. Entretanto, essa doença pode afetar adultos a partir do final da adolescência e até mesmo gestantes, podendo se agravar em decorrência de maus hábitos de vida de cada pessoa.

Ou seja, a ausência da prática de atividades físicas diariamente e um cardápio pobre em vitaminas, nutrientes e, especialmente, em cálcio pode comprometer a força dos ossos. “A osteoporose é uma doença metabólica caracterizada pela perda da massa óssea”, afirma o fisioterapeuta Dr. Helder Montenegro, fisioterapeuta, especialista em coluna vertebral, presidente da Associação Brasileira de Reabilitação de Coluna – ABRC, diretor do Instituto Pilates.

Segundo o especialista, o osso é um tecido que – como qualquer outro presente em nosso corpo – se renova com uma maior intensidade no decorrer das primeiras décadas da nossa vida. “A partir dos 30 anos, o corpo passa a diminuir a formação de novo material ósseo. Diante disso, a absorção de osso passa a ser maior do que a formação, aumentando a fragilidade dos mesmos e deixando a pessoa mais suscetível ao desenvolvimento da doença”, informa Montenegro.

Sintomas de Osteoporose

O fisioterapeuta explica que essa é uma doença silenciosa que se apresenta por meio do aparecimento de fraturas com pouco ou nenhum trauma em lugares como: punho, fêmur, colo de fêmur e coluna. Ela apresenta-se por meio dos seguintes sintomas:

- Dor ou sensibilidade óssea;
- Diminuição de estatura com o passar do tempo;
- Dor na região lombar devido a fraturas dos ossos da coluna vertebral;
- Dor no pescoço devido a fraturas dos ossos da coluna vertebral;
- Postura encurvada ou cifótica.

Osteoporose e a gravidez: fatores de risco

É a partir do terceiro trimestre gestacional que a mulher apresenta uma probabilidade maior para o acometimento dessa condição. “Especialmente no final da gravidez, o feto necessita de uma quantidade maior de cálcio para o desenvolvimento de seu esqueleto. Porém, quando a gestante não se alimento devidamente, o cálcio é retirado do próprio esqueleto da futura mamãe”, informa Helder.
Geralmente, a perda de massa óssea é recuperada poucos meses após o parto ou após o final da amamentação. “As gestantes adolescentes são as que possuem um risco maior de perda de massa óssea porque nesta fase da vida elas ainda estão em um processo de ‘construção’ do seu próprio esqueleto ósseo. Os principais sintomas durante a gravidez são dores nas costas, diminuição de altura e acometimento de fraturas”, informa o especialista.

Cuidados redobrados

É importante se manter atento ao que é ingerido durante a gravidez. Isso porque, as escolhas que fazemos refletem diretamente na saúde óssea. “Muitos costumam acreditar que apenas o cálcio encontrado no leite é que é importante para combater a osteoporose. A vitamina D é uma das poucas fontes dietéticas deste importante nutriente”, diz ele.

A anorexia é uma das maiores bandeiras vermelhas para a osteoporose, porque quando o peso do corpo da mulher cai muito, seus níveis hormonais também sofrem redução, provocando a suspensão da menstruação, diminuindo os níveis de estrogênio, hormônio que interfere na construção óssea.
Pessoas que possuem casos de familiares com desenvolvimento de osteoporose antes dos 50 anos devem ficar atentas, pois é um fator de risco. “Para prevenir a doença é importante manter uma boa alimentação que seja rica em cálcio, presente no leite e em seus derivados, e em vitamina D, presente nas folhas, bem como a prática regular de atividades físicas”, finaliza Montenegro.

STF nega habeas corpus a acusados de mandar matar o jornalista Décio Sá

Ministro Luiz Fux rejeitou HC a José Miranda e Gláucio Alencar.
Defesa pedia para que os dois aguardassem julgamento em liberdade.

Do G1 MA
Empresário Gláucio Alencar e o pai, José Miranda (Foto: Reprodução/TV Mirante) 
Empresário Gláucio Alencar e o pai José Miranda
(Foto: Reprodução/TV Mirante)
 
O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux negou habeas corpus aos acusados José de Alencar Miranda Carvalho, de 74 anos, e Gláucio Alencar Pontes Carvalho (idade não informada) - pai e filho que irão a júri popular acusados de serem os mandantes do assassinato do jornalista Décio Sá. A defesa pedia para que os dois aguardassem julgamento em liberdade. A informação foi divulgada nessa segunda-feira (20) pela assessoria do órgão.

De acordo com o STF, no instrumento, a defesa dos dois acusados alegava que a custódia de ambos seria ilegal por motivos como a suposta inércia dos órgãos acusatórios, o cabimento de medida restritiva diversa e o longo tempo de custódia, “inclusive em desfavor de um idoso”.

O ministro afirma que anterior decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que acolheu contrarrazões do Ministério Público do Maranhão (MP-MA) e determinou baixa dos autos de recurso ordinário em habeas corpus ao Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA), não evidencia constrangimento ilegal.

Fux diz ainda que a análise no STF "constitui indevida supressão de instância" e considera uma "afronta às rígidas normas constitucionais definidoras da competência dos tribunais superiores”, uma vez que o STJ sequer examinou as razões da impetração.

No mês de agosto, o desembargador José Luiz Oliveira de Almeida concedeu liminar substituindo a prisão preventiva de José de Alencar Miranda Carvalho em prisão domiciliar. Segundo o magistrado, a decisão foi baseada em laudos que comprovam "a gravidade do estado de saúde" do acusado, "bem como a impossibilidade de o sistema prisional prover sua assistência medica de forma adequada".

Entenda

O jornalista Décio Sá foi assassinado com cinco tiros por volta de 23h de uma segunda-feira, 23 de abril de 2012, quando estava em um bar na Avenida Litorânea, na orla marítima de São Luís - um dos principais pontos de turismo e lazer da capital maranhense.


O jornalista, que era repórter da editoria de política do jornal "O Estado do Maranhão" há 17 anos, também publicava conteúdo independente por meio do "Blog do Décio", um dos blogs mais acessados do estado na época.

Segundo o inquérito policial, Décio Sá deixou a redação por volta de 22h, pegou o carro e foi até o bar, onde teria pedido uma bebida e uma porção de caranguejo. Ele estava à espera de dois amigos e falava ao celular quando foi surpreendido pelo pistoleiro Jhonathan de Sousa Silva, que o atingiu com cinco tiros, três no tórax e dois na cabeça.

De acordo com informações da polícia, o jornalista foi morto porque teria publicado, no "Blog do Décio", reportagem sobre o assassinato do empresário Fábio Brasil, o Júnior Foca, envolvido em uma trama de pistolagem com os integrantes de uma quadrilha encabeçada por Glaucio Alencar e o pai José de Alencar Miranda Carvalho, suspeitos de praticar agiotagem junto a mais de 40 prefeituras no estado. Ele tinha 42 anos e deixou uma filha e uma esposa grávida na época.

Roberto Costa reforça postura do PMDB em apoio a Dilma no MA

Na reta final da campanha presidencial, o futuro político do Brasil é assunto que passa, também pelo Legislativo Maranhense. Na sessão desta segunda-feira, 20, o deputado estadual Roberto Costa (PMDB), foi à tribuna para reforçar o posicionamento pró-Dilma do grupo político ao qual pertence. 

“O PMDB faz parte dessa grande coligação juntamente com o PT; os números mostram que o governo do presidente Lula, com a presidente Dilma, foram fundamentais para avanços no estado e para o fortalecimento da população em diversos setores”, defendeu Costa, no início do discurso.

Com base em números, Costa demonstrou como os programas federais e as propostas dos programas sociais, desenvolvidos no primeiro mandato da presidenta Dilma, trouxeram melhorias para o Maranhão. 

O Bolsa Família, considerado o maior programa popular do atual governo, contempla atualmente, 997.443 famílias maranhenses, de modo que, 2. 280.402 pessoas saíram da considerada extrema pobreza desde 2011, por meio da ampliação do projeto. E de 2011 até aqui, alguns números mostram as ações do governo Dilma Rousseff no Maranhão, a exemplo do Programa Água para Todos, que propôs a construção de 4.295 cisternas no estado e do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar-PRONAF, que no período 2013-2014, fechou 97.470 contratos.
Segundo pesquisa do Datafolha, divulgada nesta segunda-feira, Dilma tem 52% da intenção de votos válidos contra 48% do candidato.

Do Blog do Neto Ferreira

Deoclides vai ao STF por votos e ainda pode tirar mandato de Alberto Filho


deoclidesO ex-prefeito de Porto Franco, Deoclides Macedo (PDT), ainda não desistiu de ter validados os seus mais de 55 mil votos para deputado federal.
Depois de ter o indeferimento da sua candidatura – e consequente anulação dos votos – confirmado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) – reveja -, o pedetista prepara-se para protoclar recurso no Supremo Tribunal Federal (STF).

Ocorre que o ex-prefeito foi barrado pela Lei da Ficha Limpa. Quando administrou a Prefeitura de Porto Franco, Macedo teve as contas de gestão referentes ao exercício financeiro de 2005 reprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) do Maranhão, por contratar mais de R$ 1 milhão sem licitação.

Para a Corte, nesse caso, como o gestor figurou como ordenador de despesas, o julgamento pelo TCE independia de confirmação pela Câmara Municipal para gerar inelegibilidade de acordo com a Lei da Ficha Limpa.

No STF, ele pretende discutir a constitucionalidade da decisão, já que não teve contas reprovadas pela Câmara Municipal.

Entre os pedetistas maranhenses, o clima é de total convicção de que os votos de Deoclides Macedo serão validados. Se isso ocorrer, o deputado federal reeleito Alberto Filho (PMDB) perde a vaga, e assume o mandato o ex-deputado estadual Julião Amin (PDT).

Paulo Guimarães pode comprar a TV Mirante




Fontes do blog ligadas ao empresário Paulo Guimarães (foto) dão conta que o dono do Grupo Meio Norte estaria negociando a compra a TV Mirante, do empresário Fernando Sarney e sua esposa, Teresa Murad (veja foto do casal). As conversações com vistas ao negócio teriam sido iniciadas há poucos dias.

A TV Mirante é a retransmissora da TV Globo no Maranhão e, portanto, detentora da maior audiência entre os canais abertos no estado.

Nada de oficial foi publicado até agora por nenhum meio de comunicação, entretanto, pelo que apuramos o empresário Paulo Guimarães teria passado o último final de semana em São Luis conversando sobre um possível fechamento do negócio milionário.
Fernando Sarney e Paulo Guimarães são amigos de longas datas. De acordo com o Wikipédia, a enciclopédia da internet, os dois são sócios do Grupo Meio Norte de Comunicação com sede em Teresina.

Nos últimos dias o grupo Mirante de Comunicação tem dado sinais de que se prepara para enfrentar dificuldades com a chegada de Flávio Dino ao governo a partir de janeiro do próximo ano. Um desses sinais seriam as demissões de vários profissionais que há décadas estão na empresa, conforme noticiou o Jornal Pequeno de São Luís.

O jornal informa ainda que o Sistema Mirante é o dono da maior fatia de arrecadação com a publicação de publicidades do governo do estado na atual gestão de Roseana Sarney, irmã de Fernando Sarney. Teria o grupo um faturamento no valor de dois milhões de reais, recursos que com certeza deixarão de irrigar os cofres da empresa a partir de janeiro de 2015.

Este seria o principal motivo da possível venda da TV Mirante para o empresário Paulo Guimarães.

Bacabal Por Dentro: não foi Giba


G. Lacerda.
O odontólogo e multi empresário Gilberto Lacerda, que segundo o radialista, SD PM afastado, blogueiro e estudante de direito Louremar Fernandes ocupa o importante papel de guru político do prefeito José Alberto Veloso, vem desempenhando com sucesso a função de coordenador de campanhas de diversos candidaturas ao longo de todos esses anos.

Esse ano Gilberto esteve a frente da coordenação das campanhas de Alberto Filho e Rigo Teles. Fato que, mais uma vez, o colocou em campo oposto ao senador vicentino João Alberto de Sousa, apoiador do filho adotivo político Roberto Costa e do filho biológico João Marcelo Sousa.

Embora convivam bem politicamente e se elogiem mutuamente, Giba e João vivem as turras defendendo suas posições e ideais. Esse ano João queria o palanquão e Giba o palanquinho. Depois de forte embate nos bastidores João venceu e foi preparado um mega comício final para a campanha com a presença de todo o staff político do grupo Sarney.

O resultado você conhece: foi aquela muvuca do tira os cartazes e a propaganda de João Marcelo e João Marcelo e João não sobem no palanquão

O final: João subiu, discursou e foi vaiado.

Dias depois um João constrangido foi a TV Difusora alegar o trabalho que acha que fez por Bacabal ao longo desses últimos 50 anos. Como sempre chorou e pediu respeito. Também encontrou um Cristo para explicar a muvuca: Gilberto Lacerda.

Errou. Não foi Giba. A ordem para a retirada dos cartazes e da propaganda de João Marcelo partiu do deputado federal Alberto Filho, foi dada pelo celular e foi executada pelo assessor José Alberto Veloso Oliveira Sobrinho.

As vaias quando João discursava foram, um tanto, naturais, em razão do clima criado pela grande muvuca.

Por Abel carvalho

terça-feira, 21 de outubro de 2014

A herança miserável de 50 anos de domínio da família Sarney no MA




A favela do Coroadinho, a maior do Nordeste, que envergonha o Maranhão: mais de 60 mil habitantes vivendo em condições sub-humanas em São Luís -- e São Luís não está no ranking dos municípios campeões em receber Bolsa Família (Foto: Diário do Nordeste)
A favela do Coroadinho, a maior do Nordeste, que envergonha o Maranhão: mais de 60 mil habitantes vivendo em condições sub-humanas em São Luís — e a capital não está no ranking dos municípios campeões em receber Bolsa Família (Foto: Diário do Nordeste)


O Brasil tem 26 Estados e o Distrito Federal, não é mesmo?
São, portanto, 27 unidades da Federação.

Pois bem, dos 40 municípios de todo o país que têm a maior média na relação Bolsa Família por habitante — ou seja, dos 40 municípios em que a população proporcionalmente mais depende do Bolsa Família –, nada menos do que 20, ou seja, A METADE, ficam no Maranhão.
Isso, repito para deixar o mais claro possível, entre todas as cidades pobres de 27 unidades da Federação.
José Sarney, Roseana Sarney e Edison Lobão: só eles, governaram o Maranhão por seis mandatos -- e o Maranhão continua na rabeira em quase todos os indicadores sociais do país (Foto: Diário do Nordeste)
José Sarney, Roseana Sarney e Edison Lobão: só eles governaram o Maranhão por seis mandatos — e o Maranhão continua na rabeira em quase todos os indicadores sociais do país (Foto: Diário do Nordeste)

E o Maranhão é, como se sabe, governador há meio século pela família Sarney e por apaniguados.
Só o atual senador José Sarney (PMDB-AP), sua filha, Roseana (PMDB-MA) e o hoje ministro das Minas e Energia, Edison Lobão, somados, governaram por SEIS MANDATOS.
E, além de ser o campeão dos Estados cujas cidades não sobrevivem sem o Bolsa Família, o Maranhão é o pior em quase todos os indicadores sociais — analfabetismo, falta de saneamento básico, mortalidade infantil, criminalidade…

Não é de estranhar, pois, que os Sarney tenham finalmente sido escorraçados do poder na eleição do dia 5, que guindou ao Palácio dos Leões por esmagadora maioria o candidato de um partido nanico, o PCdoB, Flávio Dino.

Sarney, que desde 1990 é senador por outro Estado, o Amapá, desistiu de continuar na política, a governadora Roseana, vendo que a maré contra a família estava forte, abriu mão de sua candidatura ao Senado e decidiu ir até o final de seu mandato, no próximo dia 1º de janeiro, e Lobão viu Lobão Filho, seu filho e suplente de senador em exercício — imoralidade permitida pela legislação eleitoral — ser esmagado na tentativa de se eleger governador.

Cliquem aqui e vejam detalhes desse quadro trágico em ótima reportagem de VEJA.com, no item “O ranking dos municípios”

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Polícia Civil prende assaltante em Bacabal

Cleiton Pereira foi encaminhado para a 16ª regional de Bacabal, onde foram realizados os procedimentos policiais, e, logo em seguida, foi recambiado para a Unidade Prisional de Bacabal.
Publicação: 20/10/2014 17:17
 
Uma ação dos investigadores lotados na 16ª Regional de Bacabal, resultou, no final de semana, no cumprimento a um mandado de prisão preventiva em desfavor de Cleiton Silva Pereira, o “Branquinho”, de 21 anos. Ele foi detido no bairro Vila São João, no município de Bacabal.

A ordem judicial foi solicitada pelo titular do 1º DP de Bacabal, Day Robson, e foi expedida pelo juiz Marco Aurélio Marques, da 4ª Vara Criminal de Bacabal, e diz respeito ao crime de roubo qualificado, concurso de pessoas com emprego de arma de fogo. Segundo o delegado regional da cidade, Carlos Alessandro, Cleiton foi preso, por volta das 13h, em uma oficina mecânica, na Vila São João.

O indivíduo é suspeito de ter participado em um roubo ocorrido, no dia 18 de setembro, no shopping do Viva Cidadão, localizado em Bacabal. Na ocasião, Cleiton e mais um comparsa, Antônio Conceição Nascimento, 19 anos, que já está preso, chegaram ao local armados e anunciaram o assalto. Eles subtraíram 700 cédulas de RG e várias folhas de antecedentes criminais, todas em branco, a mando de José Carlos Gana, 26 anos, que também está detido.

Cleiton foi encaminhado para a 16ª regional de Bacabal, onde foram realizados os procedimentos policiais, e, logo em seguida, foi recambiado para a Unidade Prisional de Bacabal.

Polícia prende quatro suspeitos por tráfico de drogas

  •  
  •  
A prisão foi na cidade de Porto Franco, nesse fim de semana.

PORTO FRANCO - A Polícia Civil realizou neste fim de semana a prisão de quatro pessoas suspeitas de tráfico de drogas, no município de Porto Franco, há 100 km de Imperatriz.

De acordo com a polícia foram apreendidas mais de seis kg de maconha prensada. E os suspeitos tinha mandados de prisão, também por envolvimento em homicídio.

Eleições no MA serão no horário local

  •  
  •  
O Tribunal Regional Eleitoral chama a atenção dos eleitores para o horário.

SÃO LUÍS - No domingo das eleições, o Maranhão obedecerá ao horário local: das 8h às 17h. O Tribunal Regional Eleitoral chama a atenção dos eleitores para o horário. Nesta segunda (20), o TRE-MA reuniu autoridades em segurança pública para tratar sobre as ações previstas para o segundo turno das eleições que ocorrem no domingo, 26.
As estratégias pautadas para o 2º turno são as mesmas do 1º, garantir a tranquilidade do processo eleitoral em São Luís e mais 216 municípios do estado.

A reunião foi presidida pelo desembargador eleitoral José Eulálio Figueiredo de Almeida (ouvidor) e pelos juízes auxiliares Raimundo Nonato Neris Ferreira (presidência) e Sebastião Bonfim (Corregedoria). Relatos foram analisados e sugestões de melhorias acatadas.

Fuso horário

Apesar de vários estados brasileiros terem adotado o horário de verão, não é o caso do Maranhão, onde a medida governamental não está em vigor.

Tropas Federais

Homens do Exército garantirão a segurança dos eleitores de São Luís, São José de Ribamar, Raposa e Paço do Lumiar. As demais cidades maranhenses contarão com o reforço das polícias Federal, Militar, Civil, Rodoviária Federal e Corpo de Bombeiros.

Já a Secretaria Estadual de Segurança Pública antecipa que a Lei Seca no 2º turno valerá das 18h do sábado (25) às 18h do domingo (26).

O TRE lembra ainda que é proibido o registro do voto via celular, a popular selfie. Quem transgredir a regra pode ser preso, conforme prevê a legislação eleitoral porque a ação significa a quebra do sigilo do voto pelo eleitor.

Roberto Costa repercute fechamento da escola CAIC de Bacabal

Escola foi interditada há um mês prejudicando mais de mil alunos

O deputado estadual Roberto Costa (PMDB), repercutiu o fechamento da Escola CAIC, localizada no bairro Mutirão, em Bacabal. Fechada há um mês, após inspeção do Ministério Público e do Corpo de Bombeiros, a escola teve a estrutura condenada.

O CAIC atendia mais de mil alunos de uma região carente de Bacabal, sendo a única a oferecer o Ensino Médio no Mutirão. O parlamentar disse considerar um crime com as crianças e jovens do bairro, que foram removidos para um prédio distante do local de origem dos alunos, o que acarreta diretamente na frequência escolar.

 O deputado disse já ter pedido a urgente intervenção da Secretaria Estadual de Educação para que se dê condições do retorno imediato de funcionamento da escola, além de reforçar que necessita do apoio, também da Assembleia para resolver o problema.

"Defendo um entendimento coletivo que atenda as exigências do Ministério Público, que atenda ao Corpo de Bombeiros, mas principalmente, que atenda aos jovens e crianças do Mutirão, que estão sendo prejudicados pela falta de perspectiva e esperança por dias melhores", finalizou Roberto Costa.

Ministro nega habeas corpus para acusados de matar Décio Sá

O ministro destacou ainda que “não tendo o STJ examinado as extensas razões da impetração, a análise no STF constitui indevida supressão de instância.

 

O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou seguimento (julgou inviável) ao Habeas Corpus (HC) 124346, em que a defesa de José de Alencar Miranda Carvalho e Gláucio Alencar Pontes Carvalho – pai e filho, que irão a júri popular acusados de serem os mandantes do assassinato do jornalista Décio Sá – pediam para que ambos aguardassem o julgamento em liberdade.
O jornalista responsável pelo “Blog do Décio” foi assassinado a tiros em abril de 2012, quando estava num bar da Avenida Litorânea, na orla marítima de São Luís (MA). No HC, a defesa dos dois acusados alegava que a custódia de ambos seria ilegal por uma série de motivos, entre eles a suposta inércia dos órgãos acusatórios, o cabimento de medida restritiva diversa e o longo tempo de custódia, “inclusive em desfavor de um idoso”.

Ao rejeitar o HC, o ministro Fux afirmou que a decisão do Superior Tribunal de Justiça que determinou a baixa dos autos de recurso ordinário em habeas corpus ao Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA), para colher contrarrazões do Ministério Público estadual, não evidência constrangimento ilegal. “Inexiste coação ilegal por eventual demora do recurso no STJ, porquanto a própria parte afirma ser o TJ-MA o responsável por tal retardamento”, ressaltou.

O ministro destacou ainda que “não tendo o Superior Tribunal de Justiça examinado as extensas razões da impetração, a análise no STF constitui indevida supressão de instância e, via de consequência, afronta às rígidas normas constitucionais definidoras da competência dos tribunais superiores”. (Do STF).

Do Blog do Neto Ferreira

Vereadora sugere que custo da prisão seja pago pelo condenado


Andressa Katriny/CMCA Câmara Municipal de Curitiba encaminhou, no dia 13 de outubro, ao Congresso Nacional e à Presidência da República, requerimento da vereadora Carla Pimentel (PSC) em que ela sugere emenda ao Projeto de Lei do Senado 513/2013, que altera a Lei de Execução Penal (norma 7.210/1984). Registrado no Sistema de Proposições Legislativas com o código 043.00243.2014, o pedido sugere que “as despesas realizadas com a manutenção do condenado” sejam “ressarcidas ao Estado” por ele próprio.
“Os gastos por apenado no país circulam em torno de R$ 40 mil por ano, enquanto um aluno universitário custa em média R$ 15 mil neste mesmo período”, argumenta Carla Pimentel. Segundo a parlamentar, existe uma “inversão de prioridade” em relação aos investimentos em educação e a má distribuição do dinheiro gasto no sistema prisional.

Segundo a sugestão de Carla Pimentel, o preso deve indenizar o Estado “das despesas realizadas com a sua manutenção, mediante desconto da remuneração de seu trabalho”. A parlamentar cita o uso do mesmo método em países como a Alemanha e a Dinamarca, nos quais o condenado pagam pelos custos de sua prisão.

“A desoneração do Estado e da população com os custos de cada presidiário é a certeza que o cidadão de bem não será vítima do sistema”, diz a vereadora. Para ela, o objetivo é que o criminoso assuma o “real custo de seus atos”, diminuindo assim os gastos da União. O requerimento a outros órgãos, que não os relacionados à administração municipal, sejam eles estaduais, federais ou entidades privadas, é previsto regimentalmente.

Oito policiais militares já foram assassinados este ano no Maranhão

Do G1 MA

Segundo o comandante geral da Polícia Militar, coronel Aldimar Zanoni Porto, somente neste ano já foram assassinados oito policiais militares em todo o estado, sendo cinco mortes registradas na Região Metropolitana de São Luís e mais três no interior. A maioria dos casos tem ocorrido durante o período de folga dos policiais. A informação foi publicada no jornal “O Estado do Maranhão.”

Coronel Zanoni afirma que o Comando Geral tem alertado a tropa para que tome maiores precauções, principalmente nos períodos de folga, onde muita das vezes os policiais desfrutam de momentos de lazer. Ele destaca que por ser um profissional militar, o policial devem ter uma precaução redobrada, até por conta da criminalidade que tem agido em função do submundo do tráfico de drogas, onde a repressão policial é bem maior.

“Há toda uma precaução nesse sentido e, para isso, temos realizado vários cursos obrigatórios. Nesse momento, estamos promovendo treinamentos de requalificação de tiro com a Companhia de Operações Policiais [COP]. Entendemos que o policial militar é alguém que está 24 horas pronto para agir, independente se ele se encontra ou não de serviço. Ele sempre estará pronto para interceder”, afirma o coronel Zanoni Porto.

Para o comandante geral da corporação militar, todo processo de investigação sobre as mortes de policiais tem sido acompanhado em parceria entre o Serviço de Inteligência da PM e da Polícia Civil. “Temos dado uma resposta satisfatória para a sociedade, prendendo os autores desses crimes, e quando há um confronto é natural que esses marginais acabem tombando”, frisa.

Perdas 

Só nos últimos três meses, a corporação militar sofreu a perda de quatro policiais que foram brutalmente assassinados. A morte mais recente foi a do soldado Fredson de Jesus Mendes, 24 anos, que era lotado no 6º Batalhão da PM, na Cidade Operária. O PM foi morto no fim da tarde de quarta-feira (15), no bairro da Matinha, em São José de Ribamar. Dois dos quatro suspeitos de participação no crime foram mortos, após trocarem tiros com a polícia. Um dos meliantes foi identificado como Yago Lima Ribeiro e o outro apenas como Ceará.

Outro policial assassinado foi o soldado Clenildo Souza Gomes, de 36 anos, que foi morto ao trocar tiros com dois assaltantes na feira do bairro Liberdade, em São Luís. Esse crime ocorreu no dia 14 de setembro. Durante o tiroteio, o PM, que se encontrava de folga, conseguiu balear e matar dois bandidos, identificados como Kaique Victor Amorim Serra, 22 anos, e Max Carvalho, o Acerola, 27.
Também consta na lista de PMs mortos o soldado da Ronda Ostensiva Tático Móvel (Rotam) Marcelo Cutrim Fonseca, que foi baleado durante um assalto, na Avenida 7, no bairro da Forquilha. Os acusados, Luís Felipe Valentim Silva, de 20 anos, e Francisco Jadiel Firmino, de 26 anos, também foram atingidos por tiros disparados pelo sargento Carlos Magno Correa Sá, lotado no 9ª Batalhão da PM.

O subtenente da Polícia Militar Emiliano Alves Garcês foi morto a tiros nas proximidades de sua casa, na Avenida 4, no Maiobão, em Paço do Lumiar. Ele chegou a intervir em um assalto e acabou alvejado pelos bandidos. No momento, ele se encontrava em uma caminhonete S-10, com um amigo, quando deu voz de prisão aos bandidos, que assaltavam uma padaria.

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Raimundo Cutrim vai processar Roseana Sarney por flagrante forjado, interceptação telefônica e denunciação caluniosa

Depois do presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Edimar Cutrim, o deputado estadual Raimundo Cutrim (PCdoB) anunciou que também processará Roseana Sarney pelos crimes de flagrante forjado, interceptação telefônica e denunciação caluniosa.

raimundo-cutrimO parlamentar informou que viaja nesta quarta-feira à Brasília para apresentar a denúncia pessoalmente ao Superior Tribunal de Justiça.
Para Cutrim, a governadora comprou o mandato do ex-secretário de Segurança, Aluísio Mendes, eleito deputado federal e ainda tentou, às vésperas das eleições, incriminá-lo, acusando-o de participação num telefonema que ele afirmou ter sido forjado.
No começo deste mês, numa última tentativa de evitar a debandada de aliados e criar um fato favorável à candidatura a governador de Edinho Lobão, a filha de José Sarney admitiu a interceptação irregular, divulgando o áudio de uma reunião política entre Cutrim, Edimar e outros políticos.

Na ocasião, o conselheiro-presidente do TCE também denunciou a ‘arapongagem’ de Roseana à Polícia Federal e ao STJ.

 

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites Mais