sábado, 30 de abril de 2016

Lobão falou em nome de Jucá para receber R$ 1 milhão de propina





Os planos de Michel Temer para Romero Jucá no seu eventual governo deverão ficar mais difíceis. No acordo de leniência da empreiteira Andrade Gutierrez na Lava Jato, especialmente no capítulo sobre a Usina de Belo Monte, há informações sobre pagamento de propina ao senador do PMDB. Segundo a delação, o também senador Edison Lobão falou em nome de Jucá para receber R$ 1 milhão da empreiteira. Um inquérito da Lava Jato sobre Jucá deverá ser aberto em breve. Procurado, Jucá afirma que os recursos da Andrade Gutierrez recebidos foram destinados a campanhas políticas do PMDB em Roraima e que fazem parte da prestação de contas, aprovadas pela Justiça. (Época)

quarta-feira, 27 de abril de 2016

Família Sarney articula para a aprovação do impeachment

ERICH DECAT – O ESTADO DE S. PAULO

BRASÍLIA – De passagem pela festa de aniversário do ex-presidente José Sarney realizada na noite desta segunda-feira, 25, em Brasília, comitiva de senadores do PSDB foi recebida com afagos e a informação de que a família Sarney tem operado pela aprovação do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Entre os presentes no encontro estavam o presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG), e os senadores Aloysio Nunes (SP) e Tasso Jereissati (CE). A informação de que o clã Sarney entrou em campo para assegurar o apoio dos deputados da bancada do Nordeste a favor da saída de Dilma foi transmitida pela ex-governadora do Maranhão Roseana Sarney, filha do ex-presidente.

“Para nós foi uma surpresa porque até então não sabíamos do posicionamento deles”, afirmou um dos tucanos presente na festa. “Sou do grupo do Sarney e, apesar de ter votado contra, sei que a Roseana conversou com alguns deputados do grupo que ficou do lado do Michel Temer e a favor do impeachment”, afirmou ao Estado o deputado João Marcelo Souza (PMDB-MA).

As ações de Roseana também tinham como objetivo atingir o atual governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), que trabalhou contra o processo de impeachment. Paralelo às ofensivas de Roseana junto aos deputados do Nordeste, o líder do PV, Sarney Filho (MA), também assegurou 100% dos votos da bancada a favor do impedimento de Dilma.

Para integrantes da oposição, as ações dos dois filhos de Sarney revelam que o ex-presidente também tem contribuído para os avanços do processo de afastamento de Dilma no Congresso. Sarney, junto com presidente do Senado, Renan Calheiros (AL), e o senador Jader Barbalho (PA) vinham sendo, dentro do PMDB, os principais críticos ao processo. Apesar dos sinais trocados, há um entendimento entre os opositores de que o grupo também não deverá criar obstáculos no Senado. Um primeiro gesto neste sentido foi o pedido de demissão, na quarta-feira passada, pelo então ministro dos Portos, Helder Barbalho, filho de Jader. “Acho que neste momento não tenho direito de constranger o meu partido”, disse Helder ao Estado após deixar a carta de demissão no Palácio do Planalto.

terça-feira, 26 de abril de 2016

Polícia prende assaltantes que agiam na avenida Litorânea, orla de São Luís


Prisões foram efetuadas pela PM-MA 15 minutos da ação criminosa.
Eles foram autuados por roubo e encaminhados ao Complexo de Pedrinhas.

Do G1 MA
Assaltantes presos agiam na orla de São Luís (MA) (Foto: Divulgação/SSP-MA)Assaltantes presos agiam na orla de São Luís (MA) (Foto: Divulgação/SSP-MA)
 
Três assaltantes foram presos em flagrante pela Polícia Militar do Maranhão (PM-MA) armados após roubar pertences de frequentadores da avenida Litorânea, na orla da capital maranhense, na manhã de domingo (24). As prisões dos suspeitos foram efetuadas pela guarnição da Ronda Comunitária, após 15 minutos da ação criminosa. Eles foram levados para o Plantão Central de Polícia Civil do Parque do Bom Menino, no Centro de São Luís.

De acordo com a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP-MA), Charleson Rodrigues de Souza, de 18 anos; Wesley Douglas Santos Costa, 25 anos; e Jackson Fernando Lima Costa, 22 anos foram autuados por roubo e encaminhados ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas, na Região Metropolitana.

Ainda segundo a SSP-MA, o caso foi encaminhado ao 9º Distrito Policial (DP) do bairro do São Francisco, onde o inquérito será encerrado e remetido à Justiça.

Dois senadores maranhenses são confirmados como suplentes na Comissão do Impeachment


  •  
  •  
Em rápida votação simbólica, o plenário do Senado elegeu nesta segunda-feira, 25, a comissão que tratará do pedido contra a presidente Dilma

João Alberto e Roberto Rocha fazem parte de comissão especial
João Alberto e Roberto Rocha fazem parte de comissão especial (Foto: Divulgação)
BRASÍLIA - Em rápida votação simbólica, o plenário do Senado elegeu nesta segunda-feira, 25, a Comissão Especial do Impeachment que tratará do pedido contra a presidente Dilma Rousseff. Foram eleitos 42 integrantes, 21 titulares e 21 suplentes. Uma vaga de suplência, que é do PMDB, está em aberto. Dois maranhenses estão na lista dos suplentes.

Indicado para ser presidente do colegiado pelo PMDB, o senador Raimundo Lira (PB) convocou reunião da comissão para as 10h desta terça-feira, 26, para a eleição do presidente e do relator Os petistas ainda querem barrar a indicação de Antonio Anastasia (PSDB-MG) para o cargo, por entender que o tucano não tem legitimidade para conduzir o processo. Saiba o posicionamento dos 81 senadores.

Comissão Especial do Impeachment no Senado

Presidente: Raimundo Lira (PMDB-PB) - indeciso

Relator: Antonio Anastasia (PSDB-MG) - a favor

Bloco da Maioria (PMDB)

Rose de Freitas (PMDB-ES) - a favor

Simone Tebet (PMDB-MS) - a favor

Waldemir Moka (PMDB-MS) - a favor

Dário Berger (PMDB-SC) - a favor

Raimundo Lira (PMDB-PB) - indeciso

Suplentes

Marta Suplicy (PMDB-SP) - a favor

Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN) - a favor

João Alberto (PMDB-MA) - contra

Hélio José (PMDB-DF) - a favor

Vaga em aberto - sem manifestação

Oposição (PSDB-DEM-PV)

Antonio Anastasia (PSDB-MG) - a favor

Aloysio Nunes (PSDB-SP) - a favor

Cassio Cunha Lima (PSDB-PB) - a favor

Ronaldo Caiado (DEM-GO) - a favor

Suplentes

Tasso Jereissati (PSDB-CE) - a favor

Ricardo Ferraço (PSDB-ES) - a favor

Paulo Bauer (PSDB-SC) - a favor

Davi Alcolumbre (DEM-AP) - a favor

Apoio ao Governo (PT-PDT)

Lindbergh Farias (PT-RJ) - contra

Gleisi Hoffmann (PT-R) - contra

José Pimentel (PT-CE) - contra

Telmário Mota (PDT-RR) - contra

Suplentes

Humberto Costa (PT-PE) - contra

Fátima Bezerra (PT-RN) - contra

Acir Gurgacz - (PDT-RO) - a favor

João Capiberibe (PSB-AP) - contra (vaga cedida)

Socialismo e Democracia (PSB, PPS, PCdoB e Rede)

Romário (PSB-RJ) - a favor

Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE) - a favor

Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) - contra

Suplentes

Roberto Rocha (PSB-MA) - a favor

Randolfe Rodrigues (Rede-AP) - contra

Cristovam Buarque (PPS-DF) - a favor

Bloco Moderador (PR, PTB, PSC, PRB e PTC)

Wellington Fagundes (PR-MT) - a favor

Zeze Perrella (PTB-MG) - a favor

Suplentes

Eduardo Amorim (PSC-SE) - a favor

Magno Malta (PR-ES) - a favor

Democracia Progressista (PP-PSD)

Ana Amélia (PP-RS) - a favor

José Medeiros (PSD-MT) - a favor

Gladson Cameli (PP-AC) - a favor

Suplentes

Otto Alencar (PSD-BA) - não quis responder

Sérgio Petecão (PSD-AC) - a favor

Wilder Moraes (PP-GO) - a favor

Prefeitura apresenta projeto de Lei para regularizar mototaxista em São Mateus




thumbnail_1ff4d98c38a339074bbcb2ae41c9fdf9Na última quarta-feira (20), foi apresentado a Câmara Municipal de Vereadores pelo Departamento Municipal de Trânsito de São Mateus o Projeto de Lei para ser apreciado e votado pelos representantes da Casa. O projeto tem como principal objetivo regularizar o transporte de passageiros em motocicletas, o mototáxi.

A reunião realizada ontem da classe composta por mais de 60 mototaxistas com o prefeito Miltinho Aragão aconteceu na sala de reuniões do colégio São Francisco.
A expectativa é que com a nova lei ocorram mudanças positivas para a categoria. A proposta é que todos os condutores serão identificados assim como suas respectivas motocicletas.
“O novo projeto visa oferecer aos trabalhadores treinamento, equipamentos e roupas adequadas e uma licença do município para exercer a profissão de forma legalizada. Tudo padronizado”, declarou, Miltinho Aragão.

De acordo com o prefeito essa mudança trará valorização para a categoria e segurança para quem é transportado.

“Os próprios mototaxistas desejam sair da clandestinidade e com essa regularização serão aproximadamente 60 profissionais em São Mateus que terão apoio da Policia e da Guarda Municipal e de outros órgãos para melhor atuar na profissão”, afirmou o prefeito municipal de São Mateus Miltinho Aragão.

Do Blog do Neto Ferreira

PSDB vai levar até 10 propostas a Temer – e não vetará cargos





Presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG) - 29/03/2016O senador Aécio Neves (MG), presidente nacional do PSDB, disse nesta segunda-feira que a Executiva do partido vai levar ao vice-presidente da República, Michel Temer, entre oito e dez propostas para que o partido apoie um eventual governo interino do peemedebista. A agenda tucana será definida em reunião nesta terça-feira. A “pauta emergencial” do PSDB recupera uma série de propostas da campanha de Aécio e inclui, segundo ele, a “preservação das investigações da Lava Jato”, reforma administrativa do Estado e a volta da cláusula de barreira na criação de partidos políticos. Aécio disse que a apresentação da agenda e o apoio a um governo de Temer não estão vinculados a cargos ministeriais. Diferentemente de presidenciáveis como o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, porém, Aécio não descarta nem defende o veto a integrantes do partido no primeiro escalão do peemedebista – um dos cotados é o senador José Serra (SP). “O vice-presidente, no momento em que assumir, terá o direito de buscar quadros no PSDB. Mas isso não altera nossa posição. O que pode alterá-la é o não compromisso com essa agenda”, disse Aécio. (Felipe Frazão, de Brasília)

quarta-feira, 20 de abril de 2016

DEPUTADO ROBERTO COSTA DENUNCIA A FALTA D´ÁGUA NAS RESIDÊNCIAS DE BACABAL E COBRA SOLUÇÃO DA GESTÃO MUNICIPAL


Extremamente indignado,  o deputado Roberto Costa subiu à tribuna, nesta terça-feira (19), para  denunciar a falta d´água nas residências bacabalenses, ocasionado pela má gestão do Serviço Autônomo de Água e Esgoto(SAAE) de Bacabal, gerido pela Prefeitura Municipal.

O parlamentar relatou que a população já não aguenta mais o descaso e a falta de respeito, com os constantes interrompimentos do sistema de abastecimento de água municipal.

No último domingo a cidade completou 96 anos e o deputado lamentou a situação do município. “A cidade não tem motivos para comemorar. Essa data se tornou uma grande tristeza para a nossa população. E os bacabalenses vivem com a autoestima muito baixa pela situação em que a nossa querida cidade se encontra.  A falta d´água no município chegou a um ponto insuportável, e a população não consegue mais admitir o nível de desrespeito do senhor Prefeito com a cidade”.

O parlamentar  criticou a direção do SAAE em Bacabal pontuando o constrangimento que a situação ocasiona para os bacabalenses . “As pessoas não estão conseguindo há mais de semanas tomar um banho digno na sua casa,  porque a água não chega às torneiras dos bacabalenses. A única coisa que não falta na porta do cidadão bacabalense é a conta do SAAE cobrando uma água que não fornece”, disse Costa.

O peemedebista cobrou um posicionamento da Prefeitura Municipal em relação aos péssimos serviços que o SAAE vem oferencendo aos bacabalenses. “ O queremos na verdade é que o senhor prefeito e a direção do SAAE compreendam a imoralidade e o desrespeito que eles estão cometendo contra a cidade de Bacabal. Uma cidade hoje, que não tem perspectiva de absolutamente nada, nem direito a um banho a população tem. As pessoas têm dificuldade de encher um balde com água hoje, para fazer até mesmo a comida na sua residência, as pessoas saem para o trabalho sem ter a oportunidade de tomar um banho digno para irem trabalhar e na volta do trabalho ocorre da mesma forma. Isso é um absurdo!” esbravejou o deputado.

Roberto Costa anunciou que solicitará ao Ministério Publico, que  investigue as contas do SAAE de Bacabal.

“Este órgão recebe quase 1 milhão de reais para fornecer a água aos bacabalenses e quando essa água chega, já é de péssima qualidade.  Vou encaminhar solicitação ao ministério Público para fazer uma investigação. Não vamos admitir que esse desrespeito, essa falta de organização, essa falta de transparência continue acontecendo e afetando diretamente a população de Bacabal”, disse.

Por fim, o parlamentar lamentou que a população esteja comprando água em carro pipas para sobreviver, principalmente a situação dos mais carentes, que não têm condições de comprar água.

“Tem muita gente comprando água em carro. O que já é um erro, porque a obrigação é da Prefeitura de Bacabal, é do SAAE fornecer a água que a população. E população mais carente, que não tem condição de comprar um balde com água? Como é que ela vive? Como é que ela vai fazer a alimentação dentro de sua casa? Como é que ela vai tomar banho?. Essa situação é inadmissível e o prefeito de Bacabal tem que ter pelo menos, uma sensibilidade com a população que sofre com seu desmando na gestão municipal”, finalizou Roberto Costa.

Estradas do RJ preparam esquema especial para o feriado de Tiradentes


Equipes de atendimento serão reforçadas nas principais rodovias.
Maior movimento nas estradas deverá ser na quarta (20) e no domingo (25).

Do G1 Rio
Engavetamento com 5 carros deixa trânsito lento na Ponte Rio-Niterói (Foto: Reprodução/TV Globo)Ponte Rio-Niterói terá esquema especial de tráfego (Foto: Reprodução/TV Globo)
 
As principais rodovias que cortam o Rio de Janeiro terão um esquema especial para atender ao aumento do fluxo de veículos durante o feriado de Tiradentes. Na maioria das estradas haverá reforço das equipes de atendimento, além de aumento na fiscalização e outras ações. Confira abaixo as principais medidas nas vias mais importantes:

Ponte Rio-Niterói
 
Mais de 820 mil veículos são esperados para trafegar pela ponte que liga o Rio a Niterói. Os dias com maior movimento, segundo a concessionária que administra a via, deverão ser quarta-feira (20) e segunda-feira (25).

Para orientar os motoristas sobre as condições de tráfego na via, a Ecoponte disponibiliza as informações no aplicativo do Grupo EcoRodovias nas plataformas iOs (iPhones, na app store) e android (demais smartphones, na play store), e também em seu perfil do Twitter (@_ecoponte) e no site (www.ecoponte.com.br).

A Ecoponte alerta que o limite de velocidade na Ponte é 80 km/h. A fiscalização é feita pela Polícia Rodoviária Federal, que opera radares móveis. A fiscalização é feita também por videomonitoramento.

Autopista Fluminense (BR-101)
 
A BR-101, que liga Niterói ao Espírito Santo, tem estimativa de tráfego de quase meio milhão de veículos durante todo o feriado. A Autopista Fluminense, concessionária que administra a via, irá reforçar as ações de atendimento ao usuário. Serão implantados esquemas de sinalização em locais estratégicos da via com o objetivo de garantir a fluidez do tráfego e a redução do risco de acidentes.
A concessionária alerta que em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, entre os kms 89 e 84, a pista antiga está temporariamente bloqueada em ambos os sentidos devido a obras de duplicação e correção de traçado. O fluxo de veículos segue pela nova pista simples (mão dupla). Não é permitido manobras de ultrapassagens.

A Autoposta Fluminense disponibiliza o telefone 0800 2820 101 para que o usuário possa solicitar atendimento de emergência. No site www.autopistafluminense.com.br, há informações gerais sobre as condições de tráfego na rodovia.

BR-040
 
A Concer, concessionária que administra o trecho entre o Rio de Janeiro e Juiz de Fora da BR-040, estima que 257 mil veículos passem pela rodovia entre quarta e domingo (24). Haverá reforço no atendimento prestado pelo socorro mecânico em trechos de maior movimento da BR-040 durante o período.

Em caso de necessidade de atendimento médico ou mecânico na rodovia, o motorista deve acionar a Concessionária através da Central de Atendimento ao Usuário (0800-282-0040). As condições de tráfego na rodovia podem ser conferidas por meio do site www.concer.com.br.

Via Lagos
 
Com estimativa de fluxo de 144 mil veículos ao longo do feriado, a concessionária que administra a Via Lagos também irá reforçar as equipes de atendimento. A via conta  com câmeras de monitoramento do tráfego e equipes de atendimento médico e mecânico 24 horas.

As equipes e viaturas foram reforçadas e estarão dispostas em bases operacionais especiais, espalhadas por pontos estratégicos da ViaLagos, equipadas com guinchos, veículos de inspeção, e ambulâncias UTI e de resgate.

Via Dutra
 
A CCR NovaDutra informou que, a partir de quara-feira irá reforçar as ações de orientação e o atendimento aos motoristas que irão passar pela rodovia. A operação contará com papa-filas nos pedágios; equipes extras do SOS Usuário em pontos estratégicos da rodovia, instalação de faixas e distribuição de folhetos sobre a campanha ‘O cinto é a sua maior segurança’.

A concessionária destaca que o tráfego mais intenso no trecho fluminense da rodovia deverá ser entre 14h e 20h de quarta-feira e entre 7h e 13h de quinta-feira. No retorno, o tráfego deve ser maior no domingo, das 16h às 20h. As condições de tráfego serão informadas no site da concessionária e em entrevistas ao vivo na rádio CCRFM 107,5.

A CCRDutra alerta que há obras em três trechos da rodovia, o que obriga o motorista a redobrar a atenção. Os trabalhos ocorrem na altura do km 314,4, em Itatiaia, no km 304,9, em Resende, e no km 183,8, em Nova Iguaçu.

Governo exonera superintendente preso pela PF por fraudes ao INSS


Luiz Gonzaga Barros (PCdoB), era Superintendente de Articulação Regional.
Prejuízo identificado é de quase R$ 1,5 milhão no MA, segundo força-tarefa.

Do G1 MA
Luiz Gonzaga Barros (PCdoB) é suspeito de participar de um esquema criminoso  (Foto: Divulgação/O Estado/Arquivo) 
Luiz Gonzaga Barros é suspeito de participar de um
esquema criminoso (Foto:/O Estado/Arquivo)
Depois de ser detido durante operação “Operação Vínculos”, que investiga a ocorrência de fraudes na previdência, o Superintendente de Articulação Regional Luiz Gonzaga Barros (PCdoB), que atuava no município de São Bento, foi exonerado do cargo.

Segundo a Secretaria de Estado de Comunicação Social e Assuntos Políticos (Secap), o afastamento de Luiz Gonzaga não caracteriza pré-julgamento, mas sim uma ‘medida necessária em face da prisão e investigações em curso’.

Luiz Gonzaga Barros, o Luizinho (PCdoB), era pré-candidato a prefeito do município e é suspeito de participar de um esquema criminoso que favorecia o recebimento de benefícios de pensão fraudulentos. O desvio contava com a participação de contadores, de um advogado especializado em causas previdenciárias, um ex-funcionário do cartório de Palmeirândia, um servidor do INSS e intermediários, também indiciados.
Veja íntegra da nota da Secap abaixo:
A Secretaria de Estado de Comunicação Social e Assuntos Políticos (Secap) comunica a exoneração do então Superintendente de Articulação Regional que atuava no município de São Bento, Luiz Gonzaga Barros, detido nesta terça-feira, 19, pela Polícia Federal, no âmbito da “Operação Vínculos”, que investiga a ocorrência de fraudes na previdência. O afastamento não caracteriza pré-julgamento, mas é medida necessária em face da prisão e investigações em curso.
Entenda o caso
 
A Polícia Federal (PF) cumpriu na manhã desta terça-feira (19) 32 mandados judiciais, sendo nove de prisão temporária, 19 de busca e apreensão e 4 de condução coercitiva, numa operação que desmontou uma quadrilha que praticava crimes previdenciários no Maranhão.

A Operação Vínculos ocorreu nas cidades de São Luís, São Bento, Palmeirândia, Pinheiro e Turilândia, e contou com uma força-tarefa formada pela PF, Ministério do Trabalho e Previdência Social (MPS) e Ministério Público Federal (MPF). O prejuízo identificado é de quase R$ 1,5 milhão. Entre os mandados, está a determinação para que o INSS suspenda o pagamento de 11 benefícios de pensão por morte e afastamento do servidor.
PF desmonta esquema de fraudes previdenciárias no Maranhão (Foto: Divulgação/PF) 
PF desmonta esquema de fraudes previdenciárias no Maranhão (Foto: Divulgação/PF)
 

Foragido da Justiça é preso em São Luís


Clemilson Ribeiro cumpre pena por homicídio contra o seu pai.
Ele também cumpre pena por tentativa de homicídio contra a sua mãe.

Do G1 MA
Clemilson Martins de Sousa cumpre mandado de prisão pelo homicídio do seu pai (Foto: Divulgação/Polícia Civil)Clemilson Ribeiro cumpre mandado de prisão pelo homicídio do seu pai (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
 
A Polícia Civil por intermédio da Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (Senarc) prendeu nesta segunda-feira (18) no bairro Cohafuma, em São Luís, o foragido da Justiça do Maranhão Clemilson Ribeiro.

Clemilson cumpre um mandado de prisão decorrente de uma sentença condenatória pelos crimes de homicídio contra o próprio seu pai e tentativa de homicídio contra a sua mãe, fatos ocorridos no dia 27 de março de 2004, no bairro São Francisco, na capital.

No momento da prisão, Clemilson Ribeiro apresentou aos policiais uma documentação falsa com o nome de Genilson Ribeiro Martins. Uma motocicleta que estava em poder dele foi apreendida por apresentara numeração do chassi inválida.

Temer diz que vai aguardar votação no Senado antes de se manifestar


Foi o primeiro pronunciamento do vice-presidente após a votação na Câmara.

Temer diz que vai aguardar votação no Senado antes de se manifestar
Marcelo Camargo / Agência Brasil
SÃO PAULO - O vice-presidente Michel Temer disse nesta terça-feira (19) que vai aguardar o Senado apreciar o processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff antes de se manifestar. “Muito silenciosa e respeitosamente, vou aguardar a decisão do Senado Federal. É o Senado que dá a última palavra sobre a matéria. Portanto, seria inadequado que eu dissesse qualquer coisa antes da solução”, disse Temer à imprensa em frente à sua casa, no Alto de Pinheiros, na zona oeste da capital.
Esta é a primeira vez que o vice-presidente se pronuncia depois de o plenário da Câmara dos Deputados aprovar no domingo (17) a admissibilidade do processo de impedimento da presidenta. Os senadores devem, agora, apreciar a possibilidade de que Dilma seja afastada da Presidência por até 180 dias, antes do julgamento final do pedido de impeachment, que também será feito na Casa.

Mais cedo, Temer recebeu o secretário de Segurança Pública de São Paulo, Alexandre de Moraes. Após falar com os jornalistas, o vice deixou o local de carro, acompanhado de seguranças.
Ontem (18), Dilma acusou Temer de conspirar abertamente pela sua destituição da Presidência. "Acredito que é importante reconhecer que é extremamente inusitado e estranho, mas sobretudo estarrecedor, que um vice-presidente no exercício de seu mandato conspire contra a presidenta abertamente. Em nenhuma democracia do mundo uma pessoa que fizesse isso seria respeitada. A sociedade não gosta de traidores. Porque cada um de nós sabe a injustiça e a dor que se sente quando se vê a traição no ato”, disse, ao comentar o resultado da votação na Câmara.

STF julga, hoje, validade da nomeação de Lula para a Casa Civil


  •  
  •  
A nomeação foi suspensa por Gilmar Mendes no dia 18 de março.

Os advogados de Lula argumentam que não há impedimento legal.
Os advogados de Lula argumentam que não há impedimento legal. - Foto: Agência Brasil
BRASÍLIA - O Supremo Tribunal Federal (STF) deve decidir, hoje (20), sobre a validade da nomeação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para ocupar o cargo de ministro-chefe da Casa Civil. Os ministros vão julgar recursos protocolados pela defesa do ex-presidente e a Advocacia-Geral da União (AGU). Os advogados de Lula argumentam que não há impedimento legal para que ele assuma a Casa Civil.

A nomeação foi suspensa no dia 18 de março por uma decisão liminar do ministro Gilmar Mendes,do STF, que atendeu a um pedido do PSDB e do PPS. Mendes decidiu suspender a posse de Lula na Casa Civil por entender que a nomeação para o cargo teve o objetivo de retirar a competência do juiz federal Sérgio Moro - responsável pelos processos da Operação Lava Jato - para julgá-lo e passar a tarefa ao Supremo, instância que julga ministros de Estado.

Em recursos apresentados ao STF, a AGU rebateu o entendimento de Gilmar Mendes sobre a suposta intenção do governo de nomear Lula para beneficiá-lo com foro privilegiado.

Além disso, a AGU alegou que a avaliação do ministro é equivocada, porque parte da premissa de que o Supremo é um lugar para proteção contra impunidade, o que não é verdade.
A defesa de Lula argumenta que Sérgio Moro tenta intervir na organização política do país. Segundo a defesa, não há impedimento para que Lula assuma a Casa Civil, porque o ex-presidente não é réu em nenhuma ação penal e não foi condenado pela Justiça.

No dia 7 de abril, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviou parecer ao Supremo pela anulação da posse de Lula. Segundo Janot, houve desvio de finalidade na nomeação para “tumultuar” as investigações da Lava Jato e retirar a competência de Moro para julgar Lula.
O ex-presidente é investigado na Operação Lava Jato por suposto favorecimento da empreiteira OAS na compra da cota de um apartamento no Guarujá e por benfeitorias em um sítio frequentado por ele em Atibaia, no interior de São Paulo.

Sampaio faz jogo de volta da Copa do Brasil contra Inter (SC)


No primeiro confronto, o Tricolor saiu vitorioso, ao derrotar o Inter de Lages pelo placar de 2 x 1, em Lages. Com o placar, a Bolívia além de jogar pelo empate, pode até perder por 1 x 0 que avança na competição

Petkovic (de azul) orienta jogadores no treino do time do Sampaio, no CT José Carlos Macieira
Petkovic (de azul) orienta jogadores no treino do time do Sampaio, no CT José Carlos Macieira (Foto: Biaman Prado)
SÃO LUÍS - O Sampaio Corrêa enfrenta o Internacional (SC), n a segunda partida da 1ª Fase da Copa do Brasil 2016, hoje, às 19h30, no Estádio Castelão. No primeiro confronto, o Tricolor saiu vitorioso, ao derrotar o Inter de Lages pelo placar de 2 x 1, em Lages. Com o placar, a Bolívia além de jogar pelo empate, pode até perder por 1 x 0 que avança na competição, por ter marcado gol na casa do adversário. Vitória dos catarinenses por 2 x 1 leva a decisão da vaga para os pênalti. O Leão precisa vencer por um gol de diferença, desde que marque três ou mais gols. O vencedor deste confronto pela o Figueirense que eliminou o Lajeadense.

Mesmo com a vantagem, o técnico do Sampaio, Petkovic revelou que vai com o que tem de melhor no seu elenco e não vai poupar ninguém. O lateral-direito Guilherme Lucena, recuperado de uma lesão na coxa e pode ficar como opção para o jogo. O zagueiro Mimica e o atacante Pimentinha, que deixaram o campo no clássico contra o Maranhão com problemas na coxa e tornozelo, respectivamente, também foram liberados pelo departamento medico e estão a disposição do treinador.

O volante Diego Lorenzi, autor de um dos gols da vitória sobre o Maranhão por 3 x 2 pela terceira rodada do returno do Campeonato Maranhense, disse que o Sampaio não pode se segurar apenas na vantagem construída na primeira partida. “A partida de lá já passou. Temos que esquecer vantagem. O time precisa jogando dentro de casa tem que se impor e buscar sempre a vitória”, destacou.
O atacante Carlos Alberto, que também marcou na vitória contra o MAC, é outro que cobra respeito diante do Internacional apesar da vantagem. “Nós fizemos um bom resultado lá em Lages, mas não podemos nos acomodar. O time deles mostrou qualidade e vai tentar dificultar. Temos que impor o nosso ritmo para confirmar a classificação”, ressaltou.

Assim como o Sampaio, o Internacional também vem para o confronto decisivo com força máxima. O técnico do Inter, Waguinho Dias, deve colocar em campo a mesma equipe que empatou com o Brusque por 1 x 1, domingo, pelo Campeonato Catarinense.

O time catarinense busca passar de fase na Copa do Brasil de olho na cota financeira da competição para ajudar as finanças do clube. Porém, a missão do Inter não será nada fácil,porque o time precisa vencer por dois gols de diferença ou ganhar por um gol de diferença desde que seja a partir de 3 x 2, 4 x 3, 5 x 4.

Além da desvantagem no placar, o time catarinense ainda teve que enfrentar uma longa viagem de Lages até São Luís. Foram 129km de ônibus de Gaspar a até Florianópolis, local do embarque para São Luís e mais 2.825km de avião até a capital maranhense.

Waldir Maranhão limita investigação sobre Cunha no Conselho de Ética

Waldir Maranhão acatou questão de ordem apresentada por aliado de Cunha. Peemedebista só poderá responder por suspeita de manter contas no exterior




yyy 24O vice-presidente da Câmara, deputado Waldir Maranhão (PP-MA), decidiu nesta terça-feira (19) limitar a investigação no Conselho de Ética sobre o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Com isso, o peemedebista não poderá ser investigado sobre as acusações de que teria recebido propina, conforme relato de delatores da operação Lava Jato.

Na decisão, Waldir Maranhão determina que o foco da apuração no colegiado fique somente sobre a suspeita de que Cunha teria contas bancárias secretas no exterior e de que teria mentido sobre a existência delas em depoimento à CPI da Petrobras. Cunha sempre negou ser o titular dessas contas, e diz ser apenas o beneficiário de fundos geridos por trustes.

Ao decidir pela limitação da investigação, Maranhão acatou uma questão de ordem apresentada por um dos aliados de Cunha no conselho, o deputado Carlos Marun (PMDB-MS).

A decisão foi baseada no relatório preliminar do deputado Marcos Rogério (DEM-RO), que estabeleceu a continuidade do processo. Inicialmente, o relator determinava no seu parecer que Cunha deveria ser investigado por duas suspeitas: a de que omitiu a existência de contas no exterior e a de que teria recebido vantagem indevida.

Na hora da votação, no entanto, para que conseguisse votos suficientes para aprovar o parecer, Marcos Rogério concordou em retirar a acusação sobre a suspeita de recebimento de propina. No lugar, ele colocou uma observação de que a investigação poderia ser ampliada caso surgisse algum outro fato.

Na fase atual do processo, que é a de coleta de provas, Marcos Rogério solicitou ao Ministério Público Federal e ao Supremo Tribunal Federal (STF) o compartilhamento dos processos envolvendo Cunha. Em sua decisão, o vice-presidente da Câmara estabelece que essas informações somente poderão ser consideradas se estiverem relacionadas à imputação de que ele mentiu sobre as contas.

Do Blog do Neto Ferreira

Renan só instalará comissão do impeachment no dia 26





Apesar da forte pressão protagonizada pelos senadores de oposição, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) manteve a decisão de conceder 48 horas, a partir desta quarta-feira (20), para a indicação dos integrantes da comissão especial do impeachment da presidente Dilma Rousseff. Assim, o colegiado só deverá iniciar seus trabalhos a partir da próxima terça (26).

Os parlamentares a favor do afastamento da petista querem acelerar o processo e exigem que Renan monte a comissão ainda nesta terça (19), logo após a leitura, em plenário, do processo aprovado na Câmara no último domingo (17).

Aliado do governo, no entanto, o peemedebista prometeu manter o prazo de 48 horas, como desejam os senadores contrários ao impeachment. A estratégia do PT é indicar seus nomes apenas às 18h de sexta-feira (22) para que a comissão seja instalada apenas na semana que vem.

Dessa forma, os nomes indicados serão oficializados no plenário da Casa na terça e a comissão poderá ser formalmente instalada na mesma data, iniciando o prazo de dez dias úteis para analisar a decisão da Câmara, que autorizou o Senado a abrir o processo de impeachment.

A oposição, no entanto, vai nomear seus membros no colegiado ainda nesta terça para tentar forçar o Senado a instalar a comissão na sexta. De acordo com as regras, após a indicação dos nomes, a comissão tem até 48h para iniciar seus trabalhos.

Em uma reunião ampliada na presidência do Senado, os parlamentares decidiram por 41 votos favoráveis a 40 contrários que a comissão será formada de acordo com a proporcionalidade dos blocos partidários. Atualmente, a Casa tem seis blocos que congregam todos os partidos representados. A decisão foi tomada para contemplar a indicação dos nomes de seis partidos que possuem apenas um senador.

EDUARDO CUNHA

O processo de impeachment da presidente Dilma foi entregue ao Senado nesta segunda (18). O documento tem 36 volumes e 12.044 páginas.

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que presidiu a sessão de domingo, foi pessoalmente ao gabinete do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), para formalizar a entrega.

Avalizado o andamento do impeachment pela Câmara, caberá agora ao Senado decidir pela abertura do processo e posterior julgamento da presidente. Segundo Renan, o processo será lido nesta terça na sessão deliberativa do plenário.

“É papel do Senado instaurar o processo, julgar e pretendemos fazer isso com absoluta isenção e neutralidade”, afirmou o presidente da Casa.

 

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites Mais