terça-feira, 24 de abril de 2018

Rogério Pitbull participa e apoia rally em Bom Lugar


O destaque esportivo no último domingo (22) em Bom Lugar (MA) foi à realização do Rally Trilha do Patrão. Os participantes iniciaram o percurso na sede e percorreram várias comunidades rurais.
Rogério Pitbull foi um dos destaque de rally no domingo 
O evento, que contou com o apoio de Rogério Pitbull, pré-candidato a deputado estadual, foi organizado por César Melo e Pablo Melo.
Motociclistas de várias cidades da região e até de Parauapebas (PA)
O percurso bastante emocionante alternou trechos de asfalto e terra. As estradas escolhidas passavam pelos povoados Livramento, Brejinho, Sapucaia do Beija, Serrinha. No povoado Pedra do Salgado, aconteceu à parada para o almoço oferecido para os trilheiros na Fazenda Franciscana. Após o intervalo, a relargada para mais km de adrenalina, desta vez passando pelos povoados Cabeça de Porco, Vertente, Santa Luzia. Depois de muita emoção, alegria e união, os participantes do Rally Trilha do Patrão fizeram o encerrando no povoado Centro do Meio. A organização ofereceu cerveja e churrasco à vontade para os participantes. Vários paredões animaram o encerramento com muita festa. 
Os participantes registraram fotos com Rogério Pitbull
O rally foi prestigiado por motociclistas de outras cidades, entre elas: Lago da Pedra, Paulo Ramos, Vitorino Freire, Bacabal, Altamira, Marajá do Sena e até gente de Parauapebas (PA) participaram do Rally que foi um grande sucesso.
“Parabenizo a todos pelo belo rally, sem acidentes, só animação, alegria, adrenalina e amor ao esporte. Eu estou apoiando, como sempre, porque Pitbull sempre apoia e está presentes em todo tipo de esportes”, disse Rogério Pitull.

sexta-feira, 20 de abril de 2018

PERSEGUIÇÃO! Governo manda polícia “fichar” adversários no interior

Circular encaminhada pelo Comando de Policiamento do Interior a batalhões da corporação quer dados sobre adversários por possíveis embaraços no pleito eleitoral

De O Estado
O Comando de Policiamento de Área do Interior da Polícia Militar do Estado determinou o monitoramento de políticos que atuam na oposição ao governador Flávio Dino, nos municípios que integram o interior do estado, por suposto “embaraço ao pleito eleitoral”.

O ato, oficializado por meio da Circular nº08/2018 e que deixa explícito o objetivo de operar sobre o processo eleitoral deste ano, é acompanhado pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), que é quem conduz as ações de segurança pública em todo o território estadual.

O documento, já encaminhado para todas as unidades da PM no interior do estado subordinadas ao comando, determina o envio de respostas em caráter de urgência, tendo como referência outro memorando, o de número 098/2018, que “versa sobre o Levantamento Eleitoral”.

A circular da PM destaca dois principais pontos aos comandantes da Polícia Militar que atuam no interior. O primeiro, sobre o monitoramento da oposição nos municípios e o segundo sobre a atualização de dados do efetivo, nos respectivos municípios de atuação.

O documento cita a verificação de ex-deputados, ex-prefeitos e ex-vereadores, que “podem causar embaraços” nas eleições 2018.

“Os comandantes das UPMs deverão informar as lideranças que fazem oposição ao governo local (ex-prefeito, ex-deputado, ex-vereador) ou ao Governo do Estado, em cada cidade, que podem causar embaraços ao pleito eleitoral”, destaca o documento.

“Os comandantes das UPMs deverão em seu banco de dados atualizado de efetivo, informar a cidade que o policial está lotado”, completa a ordem.

Escândalo – O uso da força policial para o monitoramento de adversários políticos do governador Flávio Dino, ato que faz alusão ao período da Ditadura Militar, pode se tornar um novo escândalo no seio do Palácio dos Leões. O Executivo, contudo, já se viu envolvido em ações que sintetizam o suposto uso da máquina.

Em 2016, por exemplo, O Estado revelou que o promotor de Justiça Paulo Roberto Barbosa Ramos, da 2ª Promotoria de Justiça de Defesa da Ordem Tributária e Econômica de São Luís, havia formalizado denúncia contra a ex-governadora Roseana Sarney (MDB) no fatídico Caso Sefaz, com base em documentos e relatórios de auditorias produzidas pelo próprio Governo comunista.
Na sua quase totalidade, a denúncia foi embasada em um relatório preliminar de auditoria da Secretaria de Estado da Transparência e Controle (STC) – complementado posteriormente pelo relatório final -; em um relatório de uma comissão formada por membros da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) e da Procuradoria-Geral do Estado (PGE) e em um processo administrativo aberto também na Sefaz.

Os documentos chegaram às mãos do promotor Paulo Ramos praticamente um mês antes do oferecimento das denúncias criminal e de improbidade administrativa contra 10 pessoas, dentre elas a emedebista.

Em novembro do ano passado a 2ª Câmara do Tribunal de Justiça decidiu, por unanimidade, pelo trancamento da ação em desfavor da ex-governadora. Os magistrados analisaram e constataram a falta de provas contra a emedebista. No mês seguinte, a Justiça Estadual rejeitou uma ação civil, formulada pelo mesmo promotor, contra a ex-governadora.

Saiba Mais

O governador Flávio Dino aparelhou politicamente a Polícia Militar, ao efetivar o ingresso de capelães, indicados por lideranças evangélicas da Assembleia de Deus, sem a prerrogativa do concurso público, em troca de apoio político da igreja para o pleito deste ano. Além da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, Dino incluiu capelães na Polícia Civil.

OUTRO LADO

O Estado entrou em contato com a Secretaria de Estado da Comunicação, para obter esclarecimentos a respeito da Circular nº 08/2018, da Polícia Militar, sobre o monitoramento de políticos adversários ao governador Flávio Dino (PCdoB) no interior do estado. Até o fechamento desta edição, contudo, não houve resposta.

Roberto Costa acompanhado do senador João Alberto consegue apoio para os municípios maranhenses atingidos pelas enchentes junto com o Ministro da Integração Nacional, em Brasília

O deputado estadual Roberto Costa (MDB), eleito como presidente da Frente Parlamentar da Assembleia Legislativa do Maranhão, que tem como objetivo acompanhar e prestar assistência às cidades maranhenses atingidas pelas enchentes. Ele participou de uma reunião muita proveitosa, na última terça-feira (18), em Brasília na presidência do Senado Federal, com a presença do Ministro da Integração Nacional, Antônio Pádua de Deus Andrade e o senador João Alberto (MDB), para buscar apoio junto ao Ministério de Integração Nacional aos municípios maranhenses atingidos pelas enchentes.

Segundo Dados da Defesa Civil 11 municípios maranhenses decretaram estado de emergência, como as cidades : Marajá do Sena, Pedreiras, Tresidela do Vale, Lago dos Rodrigues, Presidente Vargas, Brejo, São João do Sóter, Tuntum, Caxias, Formosa da Serra Negra e São Luís Gonzaga. O parlamentar reafirmou o seu compromisso com o povo maranhense e sua solidariedade com o povo maranhense. De acordo com o último levantamento feito pelo Corpo de Bombeiros e Defesa Civil do Maranhão, existem 2.357 famílias desabrigadas com as enchentes no estado do Maranhão.

O senador João Alberto informou toda a situação em que se encontra Estado e demonstrou a preocupação com a necessidade de socorro às vítimas das fortes chuvas. “É importante que o socorro seja completo para que todos os afetados retomem suas vidas o mais rápido possível, com atendimento médico, construção de casas e de redes de escoamento da água”.

Em Bacabal, há mais de 700 pessoas desabrigadas que se encontram em situação de calamidade, em ginásio e estádio. O parlamentar Roberto Costa destacou a problemática. “Estive nestes locais e pude perceber o sofrimento do povo, que padece por falta de alimentos, falta de medicamentos, falta de água. Estamos denunciando o prefeito de Bacabal, o senhor Zé Vieira, que não decretou estado de emergência ao município”.

Roberto Costa ressaltou a prioridade da Prefeitura de Bacabal, “foi gasto do dinheiro público o valor de um milhão de reais, com contrato com bandas de forró, no aniversário da cidade. Em função dessa festa, a Gestão Municipal deixa de decretar estado de emergência, que é a real situação da cidade. Enquanto isso, o povo bacabalense sofre e clama por assistência, saúde, educação, infraestrutura. Embora, a Gestão Municipal não ter decretado estado de emergência”.

O deputado Roberto Costa afirmou que mesmo assim diante desta situação, Roberto Costa junto com o senador João Alberto conseguiram apoio para que o município de Bacabal seja a cidade polo, o posto de comando para atender aos municípios da região do Médio Mearim atingidos pela chuva.
“Bacabal receberá toda a estrutura da Defesa Civil Nacional, com cestas básicas, colchões e equipamentos para serem distribuídos aos demais municípios da Região Mearim”, concluiu Roberto Costa.

O nível do rio Mearim já está oito metros acima do normal e mais de 9 mil pessoas foram afetadas direta ou indiretamente, de acordo com a Defesa Civil do Maranhão. O ministro afirmou que o Ministério não tem medido esforços para prestar todo apoio necessário aos municípios afetados.
 
Do Blog do Abel Carvalho

quinta-feira, 8 de junho de 2017

Relatório da PF mostra que governo Flávio Dino dobrou valores dos contratos com IDAC

  •  
  •  
Segundo a Polícia Federal, os contratos do instituto com o governo estadual em 2014 chegaram a R$ 100 milhões; na atual gestão comunista os contratos ultrapassaram R$ 240 milhões

Secretário de Saúde, Carlos Lula, declarou que contratos com o IDAC foram mantidos porque não havia nada que desabonasse o instituto
Secretário de Saúde, Carlos Lula, declarou que contratos com o IDAC foram mantidos porque não havia nada que desabonasse o instituto (Foto: Arquivo)
Relatório da Polícia Federal mostra que o Instituto de Desenvolvimento e Apoio a cidadania (IDAC) obteve mais contratos e recebeu valores maiores no governo de Flávio Dino (PCdoB). O instituto recebeu o mais que o dobro em verba na atual gestão e comparada com a anterior.

Quando comandava a Secretaria Estadual de Saúde (SES), Ricardo Murad, fez contratos na ordem de R$ 100 milhões com o IDAC para gestão de unidades hospitalares no Maranhão.

Segundo relatório da PF, contratos maiores foram firmados entre o governo Flávio Dino e o IDAC. No total, ainda segundo a polícia, o instituto foi beneficiado com contratos que chegaram a R$ 240 milhões.

Isso ocorreu, ainda de acordo com a PF, porque após a Operação Sermão dos Peixes o governo estadual rompeu contrato com outras duas Oscips que prestavam serviço a administração estadual. Com isso, o IDAC cresceu na gestão comunista.

“Depois da deflagração da Operação Sermão aos Peixes, […] o IDAC ocupou o espaço deixado [por ICN e Bem-Viver] e se tornou, atualmente, uma das principais entidades do terceiro setor na administração das unidades hospitalares estaduais”, diz o relatório da PF.

O relatório da Polícia Federal acaba com o argumento do governo estadual de que os contratos com o IDAC foram firmados na gestão anterior. Tanto os secretários Marcos Pacheco quanto o atual gestor da SES, Carlos Lula, assinaram contratos com o instituto.

Operação

A Polícia Federal deflagrou na semana passada a Operação Rêmora e prendeu o presidente do IDAC, Antônio Aragão. Segundo a PF, há indícios de desvios de recursos públicos federais destinados ao sistema de saúde do Estado do Maranhão geridos pelo instituto.

O contrato com o IDAC já foi rompido pela SES e o secretário Carlos Lula justificou a recontratação do instituto dizendo que não havia nada que “desabonasse” o IDAC.

No entanto, em relatório em fevereiro de 2015, a Secretaria Estadual de Transparência divulgou nota afirmando que havia a prática de ágil de 30% feita pelas Oscips que prestavam serviço para o estado até 2014. Entre as organizações citadas estava o IDAC.

Sobre as informações prestadas em 2015 pela Secretaria de Transparência, O Estado entrou em contato com o secretário de Comunicação, Márcio Jerry, que afirmou ter repassado a demanda para o titular da Transparência, Rodrigo Lago, para que todos os esclarecimento fossem dados.
Entretanto, nem Jerry e nem Lago chegaram a enviar qualquer informação.

DEPUTADO JOÃO MARCELO INTEGRA COMISSÃO MISTA DA MP QUE AUTORIZA PARCELAMENTO DE DÍVIDAS DOS ESTADOS E MUNICÍPIOS JUNTO A PREVIDÊNCIA

Após o seu empenho pela negociação das dívidas dos Municípios junto à Previdência, que está sufocando e imobilizando as prefeituras, o deputado federal João Marcelo Souza (PMDB – MA) aceitou integrar a Comissão Mista que será instalada hoje, 7 de junho, para analisar a MP 778/2017 que prevê o parcelamento de débitos, junto à Fazenda Nacional, referentes às contribuições previdenciárias de responsabilidade dos Estados, do Distrito Federal, dos Municípios e de órgãos públicos como as fundações e autarquias.

Deputados e senadores, nesta fase, realizarão audiências públicas e apresentarão emendas à Medida Provisória, de autoria do Poder Executivo da União, cujo texto foi assinado pelo presidente Michel Temer durante a cerimônia de abertura da 20ª Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, promovida pela Confederação Nacional de Municípios (CNM) durante o período de 15 a 18 de maio. Depois de analisada pela Comissão Temporária e Mista, a MP seguirá para votação nos plenários da Câmara e do Senado.

A MP 778/2017 autoriza o parcelamento das dívidas, junto à Receita Federal e à Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN), vencidas até 30 de abril de 2017. A adesão dos entes em débito deverá ser feita até 31 de julho deste ano e o prazo para pagamento poderá ser de até de 200 meses. A aceitação deste parcelamento suspenderá a cobrança de débitos negociados anteriormente.

As dívidas contraídas pelos Estados, Distrito Federal, Municípios e órgãos públicos, pelo não pagamento das contribuições sociais à Previdência, poderão ser renegociadas abrangendo débitos ainda não notificados pela Receita Federal e PGFN, inscritos ou não na Dívida Ativa da União, com execução já ajuizada ou os oriundos de renegociações passadas.

Para João Marcelo a MP 778/2017 apresenta as melhores condições de quitação destes débitos já disponibilizadas aos Municípios nos últimos 20 anos e ressalta a importância de orientar os gestores acerca da normativa. “Diante disso recomendo a adesão dos entes federados às novas regras de parcelamento dos débitos junto à Previdência Social. A adoção dessa medida contribuirá para diminuir o déficit previdenciário”, finalizou o parlamentar.

sexta-feira, 2 de junho de 2017

Preso suspeito de ser chefe de quadrilha que furtava combustíveis

  •  
  •  
Jaivan Martins Durans foi preso no Bairro São Bernardo, em São Luís.

Jaivan é suspeito de ser chefe de uma quadrilha especializada em roubo de combustível.
Jaivan é suspeito de ser chefe de uma quadrilha especializada em roubo de combustível. - Foto: Reprodução
SÃO LUÍS – Preso na noite desta quinta-feira (1), um homem, identificado como Jaivan Martins Durans, no bairro São Bernardo, em São Luís. Segundo a polícia, ele é suspeito de ser chefe de uma quadrilha especializada em roubo de combustível.

Jaivan teria fugido de um cerco da polícia, mas foi desencadeada uma operação para prender os membros da quadrilha em que o mesmo seria chefe. Ele foi preso em uma lanchonete em que estava com sua companheira, no bairro São Bernardo.

quinta-feira, 1 de junho de 2017

Mãe e filho são presos por tráfico de drogas em Timon

  •  
Leila Maria e Wallef Ruydeglan foram encaminhados para a Central de Flagrantes.

Mãe e filho são presos por tráfico de drogas em Timon
Divulgação
TIMON - A Polícia Civil, através da Delegacia de Repressão ao Narcotráfico de Timon, a 450km de São Luís, efetuou a prisão de Leila Maria Oliveira Santos Sousa, de 45 anos, e Wallef Ruydeglan Santos Sousa, de 24 anos, na manhã desta quarta-feira (31), cumprindo dois mandatos de busca e apreensão. Leila e Wallef, que são mãe e filho, estavam sendo monitorados pela Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (Senarc), por suspeita de tráfico de drogas.

Na casa de Leila, a polícia encontrou cocaína, uma balança de precisão, dinheiro e materiais utilizados para o tráfico de drogas. Com Wallef, foram encontrados um revólver calibre 38 e munições intactas.

De acordo com a Polícia Civil, Leila já foi presa em 2008, em Imperatriz, acusada de envolvimento em saidinhas bancárias. Wallef, por sua vez, já foi preso em Timon, no ano de 2015, por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo. Mãe e filho foram encaminhados para a Central de Flagrantes de Timon, para os procedimentos de praxe.

Campanha de vacinação contra a Febre Aftosa é prorrogada no Maranhão


Imunização de bovinos e bubalinos poderá ser feita sem penalidades até o dia 15 de junho; estado tem status de livre de febre aftosa com vacinação

Lançamento da campanha de vacinação de febre aftosa em Porto Franco
Lançamento da campanha de vacinação de febre aftosa em Porto Franco (Foto: Divulgação)
SÃO LUÍS - A I Etapa de Vacinação contra a Febre Aftosa no Maranhão, que deveria ser realizada até esta quarta-feira (31), poderá ser executada sem penalidades ao produtor até o dia 15 de junho. A prorrogação do prazo final, através da portaria Nº 268, de 31 de maio de 2017, foi aprovada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) depois de solicitação da Agência Estadual de Defesa Agropecuária (Aged), órgão vinculado à Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima).

Com a prorrogação, os produtores que ainda não imunizaram seus rebanhos contra febre aftosa e quiserem continuar adimplentes têm até o dia 15 de junho para adquirir e administrar a vacina, neste caso, o período de comprovação da vacinação também foi estendido para até o dia 28 de junho. O procedimento deve ser realizado na unidade da Aged do município em que a propriedade está cadastrada.

A campanha é uma estratégia fundamental de prevenção para que o Maranhão e o Brasil mantenham a erradicação da febre aftosa. Hoje, o estado é classificado como zona internacional livre da aftosa com vacinação. Esse status sanitário foi reconhecido em 2014 pela Organização Mundial da Saúde Animal (OIE).

"É fundamental que possamos manter os números que vêm sendo alcançados nos últimos anos, para que nosso gado continue em posição competitiva no mercado nacional e internacional. Estamos evoluindo a cada ano para que, no futuro, sejamos livres de febre aftosa sem vacinação", disse o secretário de Estado da Agricultura, Pecuária e Pesca, Márcio Honaiser.

Novo regime

Atendendo a uma solicitação da Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged), o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento alterou no começo do ano o regime de vacinação contra febre aftosa no estado e nos outros oito que compõem a região Nordeste. A partir da campanha deste ano, apenas os animais de 0 a 24 meses serão vacinados na segunda etapa, em novembro.

Bomba! Coronel espanca namorada militar dentro do Comando Geral da PM-MA


Maranhão / Polícia

O fato aconteceu nesta madrugada de quinta-feira quando o casal chegou e começaram as agressões verbais mútuas. O coronel, bastante revoltado, partiu pra cima da militar /16 e as marcas ficaram pelo corpo da jovem soldada.
Logo cedo da manhã, o subcomandante da PM, coronel Luongo, levou a agredida para a Academia Militar e tentar abafar o caso. Até o momento permanece tudo no mais absoluto sigilo e a policial não registrou nenhum Boletim de Ocorrência.
Os comentários são fortes e é o que se ouve nos cantos do Quartel do Comando Geral da Polícia Militar do Maranhão.

Do Blog do Luis Cardoso 

quarta-feira, 31 de maio de 2017

Veja quem são os PMs acusados de matar cabo e soldado em Buruticupu



Da esquerda para a direita: Sd. Gladstone, Ten. Josuel e Sd. Viana
A Polícia Civil já prendeu dois dos acusados de matar os policiais militares Carlos Alberto Constantino Sousa e Júlio César da Luz Pereira.

Eles desapareceram no dia 17 de novembro do ano passado  2016, em Buriticupu.
Os presos também são militares: o tenente Josuel de Aguiar – que foi preso dentro do Comando Geral da PMMA, na noite de ontem (30) – e o soldado Tiago Viana.

Há um terceiro envolvido, Gladstone Sousa, que tem cinco dias para se apresentar antes de ser considerado foragido pela polícia.

Ministério Público do Maranhão realiza Operação Curumim


  •  
  •  
Operação busca coibir o envolvimento de crianças com drogas e prostituição.

Operação também está sendo desenvolvida em Luís Domingues, termo judiciário da Comarca de Carutapera.
Operação também está sendo desenvolvida em Luís Domingues, termo judiciário da Comarca de Carutapera. - Arte: Imirante.com
CARUTAPERA - Teve início no último dia 20, no município de Carutapera, a terceira fase da Operação Curumim. Idealizada pelo Ministério Público do Maranhão (MP-MA), a operação busca coibir o envolvimento de crianças e adolescentes com bebidas alcoólicas, drogas, gangues e prostituição. Em parceria com as Polícias Civil e Militar, Conselho Tutelar, Guarda Municipal e Secretaria Municipal de Administração, a operação realizou rondas e blitzen, apreendendo bebidas alcoólicas e menores de 18 anos desacompanhados de seus responsáveis.

Os jovens foram encaminhados a uma escola do município, de onde só foram liberados mediante o comparecimento de um responsável e o compromisso de comparecerem ao Conselho Tutelar.

Na madrugada do dia 26 de abril, a operação teve continuidade, resultando na apreensão de nove crianças e adolescentes e na prisão de 14 maiores de idade. As prisões em flagrante foram motivadas por desacato a autoridades e fornecimento de bebidas alcoólicas a menores de 18 anos, crime previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

A Operação Curumim também está sendo desenvolvida no município de Luís Domingues, termo judiciário da Comarca de Carutapera.

Fases

A Operação Curumim começou a ser elaborada em janeiro deste ano. Na primeira fase, foi feito um trabalho de articulação entre o Ministério Público, Polícia Civil, Prefeitura de Carutapera, Conselho Tutelar e Poder Judiciário.

Em um segundo momento, foi feito o mapeamento dos pontos de maior ocorrência de crianças desassistidas ou em situação de risco. Paralelamente, donos de bares e estabelecimentos noturnos foram orientados a não vender nem aceitar em seus estabelecimentos a presença de menores envolvidos com álcool, drogas e prostituição.

Além da terceira fase, que continua em execução, está previsto um quarto momento da Operação Curumim, no qual os relatórios produzidos pelo Conselho Tutelar e profissionais de assistência social poderão subsidiar eventuais medidas administrativas e judiciais a serem tomadas pela Promotoria de Justiça de Carutapera.

Para o promotor de justiça Luciano Canavarro, a operação visa a cuidar e buscar a harmonia no convívio familiar, protegendo crianças e adolescentes. No entanto, omissões e negligência não serão tolerados. “O Ministério Público está pronto para tomar todas as medidas judiciais cabíveis aos casos concretos, como suspensão ou destituição do poder familiar, colocação em família substituta, entre outros”, assevera.

Meio ambiente

Apesar de ter como foco a proteção a crianças e adolescentes, as iniciativas da Operação Curumim têm sido acompanhadas pelas secretarias municipais de Meio Ambiente de Carutapera e Luís Domingues. O objetivo dos órgãos municipais é realizar ações de combate à poluição sonora nos estabelecimentos comerciais das duas cidades.

Irmão de Suzane von Richthofen é retirado da Cracolândia


  •  
  •  
Andreas foi transferido para um hospital psiquiátrico na Zona Oeste de São Paulo.

Andreas tinha apenas 15 anos quando os pais foram mortos pela irmã.
Andreas tinha apenas 15 anos quando os pais foram mortos pela irmã. - Foto: Reprodução
BRASIL - Na madrugada desta terça-feira (30), policiais militares encontraram Andreas Albert von Richthofen, único irmão de Suzane von Richthofen, na Cracolândia, em São Paulo.

A prefeitura iniciou ações para pôr fim a Cracolândia em São Paulo, e os usuários de crack estão sendo retirados do local e encaminhados para hospitais municipais. No meio destes, Andreas foi encontrado quando tentava pular o portão de uma casa que dizia ser de seu tio.

O rapaz estava agitado, desorientado e agressivo, segundo os agentes que o atenderam. Ele foi levado para o Hospital do Campo Limpo, na zona sul de São Paulo e tentou se jogar da maca quando soube que ficaria internado. Na noite do mesmo dia, Andreas teve sua transferência autorizada para a Casa de Saúde João de Deus, hospital psiquiátrico em Pirituba, Zona Oeste de São Paulo.

Andreas completará 30 anos em julho e tinha apenas 15 anos quando os pais foram mortos pela irmã, Suzane, com ajuda do namorado, Daniel Cravinhos. Ele passou a ser o único herdeiro do casal Manfred e Marisia Von Richthofen quando a irmã foi presa e deserdada. A justiça deixou os recursos sob administração do tio, o médico Miguel Abdalla, que foi seu tutor até que o mesmo completou 18 anos.

Suzane demonstrou interesse em se reaproximar do irmão quando foi beneficiada com dias de liberdade pelo indulto de dia das mães, mas o encontro não chegou a acontecer.

terça-feira, 30 de maio de 2017

Arlindo Cruz é levado para unidade semi-intensiva de hospital no Rio

  •  
  •  
O cantor foi internado no dia 17 de março, após sofrer um AVC hemorrágico.

Arlindo Cruz é levado para unidade semi-intensiva de hospital no Rio
 
O cantor e compositor Arlindo Cruz, de 58 anos foi transferido ontem (28) para a unidade semi-intensiva da Casa de Saúde São José, no Humaitá, zona sul do Rio de Janeiro, onde está internado há mais de dois meses.

Segundo a equipe médica, o estado de saúde do artista é considerado estável. Ele respira sozinho e responde a alguns estímulos abrindo os olhos e faz pequenos movimentos com os braços. De acordo com os médicos Marcelo Kalichsztein e Gustavo Nobre, o músico continua o processo de recuperação ainda sem previsão de alta.

Arlindo Cruz foi internado no dia 17 de março, após sofrer um acidente vascular cerebral hemorrágico em casa. O cantor se preparava para embarcar para São Paulo, onde cumpriria a agenda de shows, quando o incidente ocorreu, afetando a área profunda do cérebro responsável pelos movimentos.

Policiais são presos no MA suspeitos de tráfico, homicídio e extorsão


G1 MA – Três policiais militares foram presos em Imperatriz, a 626 km de São Luís, suspeitos de crimes como tráfico de drogas, homicídio e extorsão. Dois deles estão lotados em Imperatriz e outro é da Polícia Militar do estado do Pará. Os três já vinham sendo investigados pelo Serviço de Inteligência da polícia há algum tempo.

O policial militar Breno Duarte Bezerra foi preso na tarde de segunda-feira (29). Ele faz parte da Companhia Independente de Amarante, lotado na cidade maranhense de Buritirana.

A ação conjunta da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa em conjunto com a Delegacia Regional de Imperatriz, desencadeou a operação “Diamante Negro”, que deu cumprimento a este e mais dois mandados de prisão contra os policiais militares Jonh Mike Barros de Sousa, do 3° Batalhão, e Jack Helson Nascimento Assunção, de Paragominas, situado no estado do Pará.

O delegado regional, Eduardo Galvão, informou que as investigações irão continuar e outras prisões podem acontecer. “Estamos fazendo várias investigações. Na realidade isso aqui é um fio da meada que se houver a participação deles em outros crimes que a gente consiga fazer prova. Hoje, além das prisões, nós conseguimos alguns mandados de busca, materiais foram recolhidos nos locais onde foram pedidos esses endereços e conseguimos ligar eles a outros crimes. Outras prisões serão pedidas, não só para esses policiais, mas para quaisquer outras pessoas que possam, por ventura, ser identificadas”, disse.

Na casa do policial Jhon Mike, além das armas de uso, a polícia encontrou outras armas de fogo que serão periciadas. Na semana passada, outro policial foi preso, o soldado Hermano da Companhia Independente de Amarante. Ele esteve no quartel do 3º Batalhão de Polícia Militar (3º BPM), mas foi transferido para a capital, por suspeita de corrupção ativa.

O delegado regional afirmou que esta foi a segunda prisão do soldado Breno Duarte. No ano passado, ele foi preso por suspeita de um duplo homicídio, ocorrido no dia primeiro de setembro. Na ocasião, o policial militar foi liberado e voltou às atividades. “O Breno nessa ocasião foi preso e acusado de um duplo homicídio. Nessa ocasião ocorreu um duplo homicídio e uma tentativa. Uma das pessoas que fora morta nessa semana, uma dessas duas vítimas, é justamente a testemunha dos dois homicídios, morta na mesma semana da prisão dele. A outra pessoa morta na semana em que ele foi preso foi justamente a pessoa que denunciou o crime perante o Ministério Público na semana anterior a prisão do policial”, finalizou.

Presença muçulmana em São Luís está sendo monitorada, afirma PF


Desde a semana passada, um grupo de muçulmanos está em São Luís, o que tem causando surpresa e apreensão; Polícia Federal está acompanhado os indivíduos

Grupo de muçulmanos em momento de oração em São Luís
Grupo de muçulmanos em momento de oração em São Luís (Foto: Divulgação)
SÃO LUÍS - Desde a semana passada, a presença de muçulmanos está chamando a atenção de moradores de São Luís. Imagens deles andando em ruas e avenidas da capital maranhense estão circulando à exaustão pelas redes sociais e causaram apreensão em algumas pessoas. No entanto, a Polícia Federal (PF) afirmou que está monitorando essas pessoas e, a princípio, eles não oferecem qualquer tipo de perigo.

A apreensão dos ludovicences deve-se pelo fato de que não é todos os dias que muçulmanos usando thoubh e taqiyah, que são as vestimentas características do islamismo, são vistos pela cidade. O temor em relação a essas pessoas está relacionado ao extremismo com que os indivíduos pertencentes às correntes mais violentas do islã agem para conseguir os seus objetivos.

Monitoramento

Por essas razões, os muçulmanos provenientes do Paquistão despertam a atenção de moradores de São Luís. Contudo, a Polícia Federal informou na tarde de ontem a O Estado que não há motivos para temer o grupo.

De acordo com o delegado Rubens Lopes da Silva, diretor regional executivo da Polícia Federal do Maranhão, o serviço de inteligência do órgão está acompanhando as ações dos paquistaneses. “A priori, eles não estão irregulares e nem praticando nenhum crime”, frisou o delegado.

Ele afirmou também que o grupo não chegou ao Brasil por São Luís, mas pelo estado de Roraima e que a presença deles no país e na capital maranhense não era ilegal ou irregular. “A Polícia Federal não pode, sem nenhuma suspeita, fazer a abordagem, até mesmo porque agiria com preconceitos. Não há nenhuma ocorrência contra eles, mas a nossa inteligência está monitorando”, disse o delegado.

Objetivos 

O delegado não confirmou os objetivos do grupo de muçulmanos em terras ludovicenses. Porém, informações que estão circulando pelas redes sociais dão conta de que os paquistaneses estão no país em uma espécie de missão de sondagem com o objetivo de fazer a implantação do islã no Brasil.
Fotos que circulam pelas redes sociais mostram o grupo caminhando e também rezando em regiões como o Anel Viário, Cohafuma e Cohama. Eles já passaram pelo interior do estado e a próxima parada dos muçulmanos seria a cidade de Teresina (PI).

Mês de Ramadã

Mais de 1,5 bilhão de muçulmanos de todo o mundo (quase a quarta parte da população mundial) iniciou no último sábado,2, o mês de jejum de Ramadã, o mais importante do calendário por constituir um dos cinco pilares do Islã.

Durante este mês, os muçulmanos que tiveram alcançado a puberdade não poderão comer, beber, fumar e nem manter relações sexuais enquanto o sol estiver no horizonte, e desta obrigação só ficam excluídas as mulheres menstruadas e as grávidas, os doentes e os viajantes que realizam trajeto penoso, ainda que todos “deverão pagar” mais tarde pelos dias de jejum.

As horas exatas do nascer e do pôr do sol aparecem hoje em dia em qualquer tela de celular, mas as mesquitas também se encarregam de lembrar com suas chamadas à oração do Fayer (nascer) e do Magreb (pôr), e as grandes cidades utilizam, além disso, canhões e sirenes para marcar o esperado momento do pôr-do-sol.

Nos países de maioria muçulmana, a vida se transforma totalmente durante o mês do jejum: as empresas, as repartições públicas e as escolas encurtam seus horários de funcionamento para que o jejum seja mais suportável, enquanto os cafés e restaurantes fecham durante as horas diurnas e ficam abertos durante a noite.

 

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites Mais