quinta-feira, 30 de março de 2017

50 homicídios dolosos já ocorreram este mês

  •  
  •  
Ontem, na Estiva, um homem foi morto a golpes de faca por pessoas desconhecidas, na porta de sua casa; vítima esquartejada foi identificada

Anderson Cleiton de Jesus Rego foi o homem esquartejado e decapitado
Anderson Cleiton de Jesus Rego foi o homem esquartejado e decapitado (Foto: Divulgação)
SÃO LUÍS - Cinquenta homicídios dolosos já ocorreram na Região Metropolitana de São Luís do dia 1º até a madrugada de ontem, segundo dados da Secretaria de Segurança Pública. A maioria desses casos foi praticada com o uso de arma de fogo. O último crime registrado pela polícia teve como vítima Adielson Torres Serra, de 23 anos, que foi assassinado a golpes de faca na porta da sua residência, na Rua da Paz, no bairro Estiva.

Ainda segundo a polícia, esse cri­me teria sido cometido por dois homens não identificados, que chegaram ao local e chamaram pela vítima. Houve ainda luta corporal e, durante a briga, a vítima levou três golpes de faca no pescoço e morreu no local. Os criminosos fugiram a pé e estão sendo procurados.

O corpo de Adielson Torres foi removido para o Instituto Médico Legal (IML), no Bacanga, e após a autópsia liberado para os familiares no final da manhã de ontem. Uma equipe da Superintendência Estadual de Homicídios e Proteção a Pessoas (SHPP) foi designada para investigar o caso e ainda não há informações sobre a motivação desse crime.

Mais mortes
 
Somente na noite de terça-feira, 28, o corpo encontrado na localidade São Brás dos Macacos, área do Residencial José Reinaldo Tavares, em São José de Ribamar, foi identificado pelos familiares no IML. Trata-se de Anderson Cleiton de Jesus Rego, de 19 anos. Ele era morador da Cidade Olímpica.
A equipe da SHPP está investigando o fato, mas até a tarde de ontem não havia identificado os autores desse assassinato. O corpo da vítima foi esquartejado, decapitado e ainda teve o órgão genital cortado. O corpo do jovem foi encontrado na manhã de terça-feira, por moradores de São Brás dos Macacos, que acionaram a polícia.

A cabeça da vítima foi deixada em cima de um monte de areia em frente a uma residência, enquanto os membros inferiores e superiores estavam espalhados pelo matagal e o tronco em meio a uma plantação de mandioca.

Também na terça-feira mais três corpos foram levados para o IML, entre eles um adolescente de 17 anos, que foi morto a tiros na Vila Conceição, no Altos do Calhau. Para a polícia, esse crime tem participação de integrantes de facções criminosas e teria sido motivado por acerto de contas ligado com a venda de droga.

A outra vítima foi Adailton Silva Gomes, de 24 anos, que segundo a polícia, ele foi alvejado com cin­co tiros disparados por dois criminosos não identificados, na Estrada da Mata, em São José de Ri­bamar. Os acusados fugiram em uma motocicleta de marca e placa não identificadas.

Também Edvaldo Silva Gomes, de 46 anos, foi morto a tiros. A polícia informou que a vítima estava em um bar, no Residencial Nova Verde, em Andiroba, quando le­vou três tiros, um deles na cabeça. Os suspeitos, depois do crime, fugiram e estão sendo procurados pela polícia. l
50
É o número de homicídios dolosos registrados do dia 1º deste mês até ontem na Região Metropolitana de São Luís.

Saiba Mais
Outros crimes registrados

A polícia, além dos 50 homicídios dolosos de 1º a 29 deste mês, registrou também, na Ilha quatro mortes por lesão corporal; quatro latrocínios; um homicídio culposo, três mortes em confrontos com a polícia; cinco achados de cadáveres e uma morte por lesão corporal em período posterior.

0 comentários:

Postar um comentário

 

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites Mais