quinta-feira, 31 de março de 2016

Operação da PF desarticula quadrilha de tráfico de drogas que atuava no Maranhão

Estão sendo cumpridos 72 mandados judiciais, sendo 28 de prisão preventiva, 12 de condução coercitivas e 32 de buscas e apreensões nos Estados de Rondônia, Amazonas, Goiás, Maranhão, Rio Grande do Norte e Ceará.




A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira (31), a Operação Cardeal, visando desarticular uma associação criminosa voltada para o tráfico de drogas e lavagem de capitais em diversos Estados do país.

Estão sendo cumpridos 72 mandados judiciais, sendo 28 de prisão preventiva, 12 de condução coercitivas e 32 de buscas e apreensões nos Estados de Rondônia, Amazonas, Goiás, Maranhão, Rio Grande do Norte e Ceará.

pf3A investigação teve início no mês de agosto de 2015, logo após a deflagração da Operação Nova Dimensão, na qual foram cumpridos inúmeros mandados de prisão e busca e apreensão nos Estados de Rondônia e Ceará.

Com o prosseguimento das investigações foi possível identificar o principal responsável pelo transporte de entorpecentes, por meio aéreo, sem qualquer notificação às autoridades competentes e sem registro dos planos de voo, em uma rota partindo do Estado de Rondônia, tendo como interposto cidades interioranas do Estado do Maranhão, seguindo, posteriormente, por via terrestre para a capital do Ceará.

Ao longo das investigações foram apreendidos cerca de R$ 6.000.000,00 (seis milhões de reais) em valores que se destinavam ao pagamento de carregamentos de entorpecentes, além de aproximadamente 100kg (cem quilos) de cloridrato de cocaína e 30kg (trinta quilos) de fenacetina, insumo químico utilizado para aumentar o volume da droga e, assim, garantir uma maior rentabilidade ao grupo, ocasionando na prisão em flagrante delito de 06 (seis) pessoas.

Em razão dos altos lucros obtidos com a compra e venda de entorpecentes, o que pode ser verificado simplesmente devido aos valores apreendidos durante as investigações, os alvos possuíam um esquema altamente organizado para a lavagem dos capitais ilícitos, utilizando-se, para tanto, de diversas empresas, tais como joalherias, distribuidoras de bebidas, revenda de automóveis, academias, farmácias, dentre outros, as quais foram objeto de lacração e suspensão das atividades comerciais.

Assim sendo, visando atingir o patrimônio dos investigados, foram apreendidos diversos automóveis, alguns de alto luxo, aeronaves e rebanhos bovinos, sendo determinado, ainda, o sequestro de 23 (vinte e três) imóveis, além do bloqueio judicial das contas correntes de 42 (quarenta e dois) alvos.

Do Blog do Neto Ferreira

0 comentários:

Postar um comentário

 

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites Mais