terça-feira, 14 de abril de 2015

II Gincana Cultural movimenta Bacabal e se consagra como evento de valorização da cidade


A alegria e o espírito competitivo da juventude tomaram conta de Bacabal neste fim de semana com a realização da II Gincana Cultural. Ao todo, 40 equipes participaram da competição, que teve mais de 24 horas de provas. Esse é o segundo ano da gincana realizada pelo deputado estadual Roberto Costa. Em 2015, o evento cresceu, aumentado a participação das equipes e a participação popular. O nível de competitividade também cresceu, deixando a disputa ainda mais acirrada.

O envolvimento dos moradores da cidade para a realização das tarefas foi fundamental para o sucesso do evento. Apresentar alguém que fizesse aniversário no mesmo dia da cidade de Bacabal, apresentar um ex-vereador da cidade e trazer uma canoa para a Praça do Bolo foram apenas algumas das provas cumpridas pelas equipes. Apresentar um blogueiro que cobrisse a cidade de Bacabal ou a região do Médio Mearim, apresentar telas com a pintura das igrejas de Bacabal e apresentar um casal que comprovasse no mínimo 50 anos de casados foram provas que envolveram profissionais de diversas áreas e público de todas as idades. Uma das provas pedia também, a presença de um membro da Academia Bacabalense de Letras e obras de autores bacabalenses.


Mas por uma questão de segurança, além das provas, as equipes também tinham que cumprir medidas preventivas, a exemplo do uso de capacete nas motos. A coordenação do evento também proibiu a ingestão de bebida alcoólica durante a competição; membros que descumpriram a regra fizeram com que suas respectivas equipes fossem penalizadas com a perda de pontos. Inicialmente, o regulamento previa 15 mil reais em premiação dividido entre os seis primeiros colocados, mas numa forma de reconhecimento pelo trabalho das equipes, o deputado Roberto Costa premiou os dez primeiros colocados. No primeiro lugar, o empate de quatro equipes, mas numa forma de reconhecer a dedicação de todos os componentes, o deputado Roberto Costa também ampliou a premiação para as equipes vencedoras. Roberto disse que a segunda edição do evento mostrou o crescimento da gincana e por isso a necessidade de fazer adequações para o justo reconhecimento do trabalho das equipes.

"A juventude de Bacabal precisa desse tipo de investimento, é um entretenimento sadio e necessário. O alto nível das equipes trouxe mais competitividade para o evento, mostrando a necessidade de agirmos com o regulamento, mas com o coração também na hora de reconhecer o esforço de cada um; a Gincana Cultural é feita para os jovens e sem o grande esforço e dedicação dessas equipes, jamais a Gincana teria sido o sucesso que foi, eu só tenho a agradecer a cada um que veio e participou, tanto das equipes, como a população que abraçou a causa e ajudou no cumprimento de cada tarefa", destacou, Costa.

A II Gincana Cultural de Bacabal trouxe ainda uma tarefa social: a primeira prova a ser cumprida pelas equipes, foi a entrega de 15 latas de leite integral para ser distribuída para creches da cidade.



0 comentários:

Postar um comentário

 

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites Mais