segunda-feira, 27 de abril de 2015

Deputado Roberto Costa comanda primeira audiência de negociação sobre professores excedentes do Estado


Na tarde desta quarta-feira, 22, o Plenarinho da Assembleia Legislativa recebeu autoridades e professores para a audiência pública que tratou sobre a possibilidade de nomeação dos professores excedentes do concurso do Estado realizado em 2009. A audiência foi proposta pela Comissão de Educação do Legislativo, que tem como presidente o deputado estadual Roberto Costa (PMDB), e marcou o início de uma série de encontros e reuniões que devem acontecer com a finalidade de atender a reivindicação de mais de três mil professores que esperam ser chamados para a rede estadual de ensino.

Além dos deputados Roberto Costa, Wellington do Curso (PPS), Zé Inácio (PT) e Marco Aurélio (PC do B), participaram da audiência: a Secretária de Estado da Educação, Áurea Prazeres, o Subsecretário de Estado da Gestão e Previdência, Cláudio Furtado, a Procuradora do Estado, Gabriela Abdala, a representante da Promotoria de Educação, Luciane Belo, os professores Danillo Matos e Nívea Froz, da Comissão dos Professores e o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica das Redes Públicas Estadual e Municipais do Estado do Maranhão- SINPROESEMMA, Júlio Pinheiro.

A audiência teve forte participação dos professores que puderam expor à Mesa, os argumentos que levariam à possibilidade de nomeação. Desde 2011, o SINPROESEMMA tem acionado a Justiça em favor dos excedentes. O Sindicato entende que dada à quantidade de contratos na rede estadual – mais de seis mil e quinhentos – e à ausência de professores, os candidatos excedentes são potenciais ocupantes das vagas. Já a Procuradoria do Estado pontuou que a decisão pelos professores precisa ser pautada na Lei, respeitando as decisões do Judiciário e a Lei de Responsabilidade Fiscal. Outras cobranças dos professores são sobre os Recursos do Estado na Justiça, o que adia o julgamento de uma decisão final sobre o caso e sobre a morosidade do Judiciário no julgamento das Ações.

O deputado Roberto Costa destacou que o trabalho da Comissão de Educação é de intervir na busca de um consenso que considere os interesses dos professores, do Governo, mas sobretudo da educação no Maranhão. "Se o Governo se mostrar favorável, teremos não só a celeridade desta causa, mas diante de uma posição favorável e administrativa do Governo, a Justiça não irá contra", destacou.

Ficou marcada para o próximo dia 27, uma nova reunião na Assembleia, na qual a Comissão de Educação voltará a se reunir com todas as autoridades presentes na audiência e com os professores líderes do movimento para analisar de forma mais detalhada o encaminhamento do assunto para o Governador Flávio Dino.

3 comentários:

  1. deputado ativo em tudo. .Parabéns.

    ResponderExcluir
  2. homem de cara..precisando só sair de perto de alguns políticos corruptos. ..

    ResponderExcluir
  3. homem de carra .,precisando só sair de perto de alguns políticos corruptos. ..

    ResponderExcluir

 

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites Mais