sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Papa Francisco abre fazenda do Vaticano para visitas do público

Do UOL, em São Paulo
  • Osservatore Romano/ AP
    Papa Francisco abriu para público fazenda que faz alimentos consumidos no Vaticano
    Papa Francisco abriu para público fazenda que faz alimentos consumidos no Vaticano
Uma fazenda a cerca de 24 quilômetros de Roma, com vista para um belo lago e relíquias arquelógicas, promete ser uma das atrações turísticas mais procuradas da capital italiana na próxima temporada de férias. A animação deve-se ao dono do local: trata-se da fazenda de Castel Gandolfo, residência oficial de verão do papa Francisco, que autorizou a visitação pública ao local.

Castel Gandolfo é um prédio do século 17 e comporta uma plantação de azeitonas, um pomar com árvores de frutas cítricas, vinhedos e espaço para a criação de animais, como vacas, coelhos, perus e galinhas. A produção local abastece as mesas do Vaticano com queijos, iogurte e manteiga, entre outros ingredientes.

A fazenda, que emprega oito pessoas, foi fundada pelo papa Pio 11 em 1929. Francisco utilizou a residência poucas vezes, ao contrário de seus antecessores - Bento 16 chegou a morar em Castel Gandolfo após abdicar do cargo, enquanto João Paulo II gostava tanto do local que até pediu que fosse construída uma piscina.

Atualmente, os turistas podem visitar apenas os jardins de Castel Gandolfo, que serve como residência de férias dos pontífices católicos desde o século 17. As visitas guiadas, com 90 minutos de duração, saem por 26 euros e precisam ser agendadas com antecedência com a administração dos Museus do Vaticano. Ainda não há informações sobre as datas específicas da abertura da fazenda para visitas.

0 comentários:

Postar um comentário

 

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites Mais