terça-feira, 25 de novembro de 2014

Lava Jato: Homem que pagou propina a Roseana Sarney se entrega à Polícia Federal

14328101
Negromonte teria entregue R$ 300 mil à governadora Roseana Sarney para facilitar o pagamento de precatórios da Constran.

Último foragido da Polícia Federal (PF) na sétima fase da Operação Lava-Jato, Adarico Negromonte Filho se entregou à Polícia Federal (PF) em Curitiba por volta das 11h15 desta segunda-feira.
Suspeito de ser um dos “portadores” do doleiro Alberto Youssef, Negromonte é um dos 25 investigados pela operação e estava foragido desde o último dia 14, quando sua prisão foi determinada.

De acordo com as investigações, o irmão do ministro das Cidades, Mário Negromonte, levava dinheiro do escritório do doleiro em São Paulo até os agentes públicos e partidos políticos supostamente envolvidos em esquema de cartel, corrupção e superfaturamento na Petrobras.

Em depoimento à Polícia Federal, a contadora Meire Poza revelou que Adarico pagou R$ 300 mil à governadora Roseana Sarney, referentes a uma das parcelas dos R$ 6 milhões em propina negociados com membros do alto escalão do governo do Maranhão para a antecipação do precatório de R$ 120 milhões que beneficiava Yousseff e o empreiteiro Ricardo Pessoa – presidente da UTC/Constran.
O investigado chegou de táxi à Polícia Federal, acompanhado pela advogada que o representa, Joyce Rosen. Os dois entraram no prédio da Superintendência da PF sem dar entrevista.

0 comentários:

Postar um comentário

 

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites Mais