terça-feira, 7 de outubro de 2014

Descubra quais famosos se elegeram e quais fracassaram nas Eleições 2014

Ex-atletas, cantores, ex-participantes do reality show BBB e palhaços estão na lista

Por Yuri Almeida

Nestas eleições teve candidato dando uma de artista e um monte de artista dando uma de candidato. Se no reality show ‘Big Brother Brasil’ os participantes Maria Melilo, Diego Alemão, Cida, Fael Cordeiro conquistaram o país e saíram vitoriosos, a história não se repetiu durante as eleições.
Dos famosos que se candidataram a deputado [estadual e federal] e senador, apenas três se elegeram nesse domingo (5), nas eleições de 2014. Diferente de, Romário, que se tornou o novo senador do Rio de Janeiro, e dos deputados federais Jean Wyllys e Tiririca, outros famosos não deram a mesma sorte e não conseguiram se eleger.

O goleador de urnas, Romário, acompanhado do ainda senador José Sarney e o espocador de urnas, Tiririca, e o nocauteado Popó. Foto: Agência Câmara
ELEITOS E NÃO ELEITOS O goleador de urnas, Romário, acompanhado do ainda senador José Sarney e o espocador de urnas, Tiririca, e o nocauteado Popó. Foto: Agência Câmara

Candidato a deputado federal pelo Rio de Janeiro, o BBB Diego Alemão não conseguiu se eleger após conquistar 4.946 votos. Cida Santos, que disputou a mesma vaga, levou míseros 167 votos. Já Maria Melilo, que tentou se candidatar pela primeira vez ao cargo de deputada estadual por São Paulo após se recuperar de um câncer, levou somente 3.191 votos. Quem também ficou de fora foi o vencedor do ‘BBB12′, Fael. Candidato a deputado estadual pelo Mato Grosso do Sul, o rapaz teve 13.726 votos e não conseguiu se eleger.

O mesmo gosto amargo, porém, não foi sentido por Jean Wyllys (PSOL/RJ), vencedor da quinta edição do reality show da TV Globo. Defensor dos direitos civis dos LGBTs no Brasil, Wyllys foi reeleito deputado federal com com 144.748 votos, sendo o sétimo mais votado no Rio de Janeiro, com número onze vezes maior do que ele conquistou em 2010, quando disputou a Câmara pela primeira vez.

De todos os eleitos, quem se destacou foi o tetracampeão mundial de futebol e melhor jogador do mundo em 1994, Romário. Ele mostrou habilidade no Salão Verde da Câmara e, agora, vai desfilar pelo Salão Azul, do Senado, goleando a história como o mais votado pelo Rio de Janeiro, com 4.683.572 de votos.

Como já era esperado, mais uma vez o humorista Tiririca se destacou nas eleições, e foi o segundo candidato mais votado para o cargo de deputado federal por São Paulo, com 1.016.730 votos. O primeiro lugar ficou com Celso Russomano, apresentador do ‘Programa da Tarde’, exibido pela TV Record.

O apresentador Wagner Montes, do programa ‘Balanço Geral’, foi eleito deputado estadual pelo Rio de Janeiro com 208.756 votos. O ator Castrinho tentou o mesmo cargo no Rio de Janeiro, mas só levou 1.813 votos. Ex-deputado federal e ex-vereador, Aguinaldo Timótheo bem que tentou voltar a Brasília. Mas não foi desta vez. Com menos de 19 mil votos, continuará distante da capital federal.
O ex-jogador Bebeto foi eleito deputado estadual pelo Rio de Janeiro com 61.082 votos. O cantor sertanejo Sergio Reis foi eleito deputado Federal por São Paulo com 45.329 votos. O ex-goleiro Danrlei, que fez sucesso no Grêmio, agarrou mais de 158.973 votos e se reelegeu como o segundo mais votado de toda a bancada gaúcha.

Mais famosos que ficaram de fora

O ex-pagodeiro Waguinho tentou uma vaga de Deputado estadual pelo Rio de Janeiro, mas terá de esperar outra oportunidade para ingressar no mundo da política. Recebeu 22.776 votos. Myriam Rios levou 16.470 votos. O cantor Elymar Santos conquistou 8.808 votos.
O vascaíno Roberto Dinamite, que vai continuar comemorando eleição apenas no Vasco. Foto: Divulgação
BOLA MURCHA O vascaíno Roberto Dinamite, que vai continuar comemorando eleição apenas no Vasco. Foto: Divulgação

Para o cargo de deputado federal pelo Rio de Janeiro, o ator Stepan Nercessian, que teve seu associado ao contraventor Carlinhos Cachoeira, há dois anos, teve 24.330 votos. Dr. Rey, também conhecido como Dr. Hollywood pelo programa que apresenta na Rede TV!, que chegou a vir ao Maranhão, também não foi bem sucedido e ficou de fora com 21.366 votos. Sula Miranda teve 3.794 votos. O pagodeiro Netinho de Paula conquistou 82 mil votos. Ainda assim, acabou não conseguindo uma vaga na bancada paulista da Câmara.
 Marcelinho Carioca tentou vaga de deputado estadual por São Paulo, mas não foi eleito após reunir 43.691 votos, assim como o Leandro KLB, com 11 mil votos, não passou no teste das urnas. O ex-boxeador Acelino Popó Freitas, um dos mais vitoriosos da história do esporte no Brasil, não conseguiu se reeleger deputado federal pela Bahia. Ele conseguiu derrubar nas urnas quase 23 mil votos.

Léo Áquila, que já integrou o reality show da Record ‘A Fazenda’ não foi eleito como deputado federal por São Paulo após receber 29.694 votos. O ator Ricardo Macchi, também conhecido como Cigano Igor, tentou uma vaga como deputado federal pelo Rio Grande do Sul, mas com apenas 2.652 votos não teve sucesso. Quem também ficou na mão foi o ator pornô, Kid Bengala. Ele teve 1.095 votos na disputa pelo cargo de deputado estadual em São Paulo.

O jornalista e polêmico apresentador Jorge Kajuru teve mais de 100 mil voto e, apesar de ter ficado entre os dez mais votados de Goiás, não conseguiu se eleger deputado federal. Marcos Manzano, proprietário do Clube das Mulheres, tentou ser eleito deputado estadual em São Paulo. O dançarino de strip-tease, porém, dançou ao conquistar apenas 611 votos. Como um bom vascaíno que é, Roberto Dinamite teve apenas 9.452 votos para deputado estadual no Rio de Janeiro. Bola murcha, ele não conseguiu ser eleito.

0 comentários:

Postar um comentário

 

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites Mais