quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Bacabal Por Dentro: não foi Giba


G. Lacerda.
O odontólogo e multi empresário Gilberto Lacerda, que segundo o radialista, SD PM afastado, blogueiro e estudante de direito Louremar Fernandes ocupa o importante papel de guru político do prefeito José Alberto Veloso, vem desempenhando com sucesso a função de coordenador de campanhas de diversos candidaturas ao longo de todos esses anos.

Esse ano Gilberto esteve a frente da coordenação das campanhas de Alberto Filho e Rigo Teles. Fato que, mais uma vez, o colocou em campo oposto ao senador vicentino João Alberto de Sousa, apoiador do filho adotivo político Roberto Costa e do filho biológico João Marcelo Sousa.

Embora convivam bem politicamente e se elogiem mutuamente, Giba e João vivem as turras defendendo suas posições e ideais. Esse ano João queria o palanquão e Giba o palanquinho. Depois de forte embate nos bastidores João venceu e foi preparado um mega comício final para a campanha com a presença de todo o staff político do grupo Sarney.

O resultado você conhece: foi aquela muvuca do tira os cartazes e a propaganda de João Marcelo e João Marcelo e João não sobem no palanquão

O final: João subiu, discursou e foi vaiado.

Dias depois um João constrangido foi a TV Difusora alegar o trabalho que acha que fez por Bacabal ao longo desses últimos 50 anos. Como sempre chorou e pediu respeito. Também encontrou um Cristo para explicar a muvuca: Gilberto Lacerda.

Errou. Não foi Giba. A ordem para a retirada dos cartazes e da propaganda de João Marcelo partiu do deputado federal Alberto Filho, foi dada pelo celular e foi executada pelo assessor José Alberto Veloso Oliveira Sobrinho.

As vaias quando João discursava foram, um tanto, naturais, em razão do clima criado pela grande muvuca.

Por Abel carvalho

0 comentários:

Postar um comentário

 

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites Mais