quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Apoio popular motiva Patrícia Vieira que repudia atos de vandalismo em São Luís e o envolvimento político do seu nome e do nome de Flávio Dino nos eventos

A reta final de campanha o comitê de trabalho da candidata à deputada estadual Patrícia Vieira, tesoureira do PROS estadual e presidenta do PROS Mulher no estado, vê a candidatura da empresária consolidada em todo o Maranhão, avalia essa consolidação como fruto do trabalho desenvolvido e dos acordos fechados e, projeta o seu nome como virtualmente eleito em sua coligação.

Patrícia e Zé Vieira em trabalho de campanha em Bacabal.
Patrícia e equipe de trabalho têm se desdobrado no cumprimento das metas e objetivos estabelecidos ainda na pré-campanha. Metas que começaram a ser colocadas em prática quando o deputado federal José Vieira Lins assumiu a direção do PROS no estado, com a estruturação da legenda em todo o Maranhão e, objetivos que se materializaram com o nascimento da candidatura de Patrícia Vieira.
 
Nessa reta final Patrícia e assessores querem cumprir uma agenda que incluiu visitas e palestras nas principais cidades do Estado, sem se dissociar da agenda do candidato a governador Flávio Dino, e sem deixar seu principal reduto eleitoral de fora, o município de Bacabal, onde Patrícia Vieira deve ser a detentora da maioria absoluta dos votos.
Repúdio
A candidata Patrícia Vieira vê com grande preocupação o momento de instabilidade política, administrativa e de insolvência por qual passam o Estado do Maranhão e o seu sistema de segurança pública e lamenta que esse fato esteja acontecendo em um momento tão importante para a história politica do Maranhão, quando o povo do Estado está prestes a se libertar das amarras que o estrangula a cerca de 50 anos.
 
Lamenta ainda, contrita, e repudia com veemência os atos de vandalismo que vêm acontecendo em São Luís, exorta e conclama a população da capital a resistir e, recebe com tristeza, mas serena, o envolvimento do seu nome, do nome do seu marido, deputado federal José Vieira Lins e, do nome do futuro governador do Estado Flávio Dino como os mentores e estimuladores desses atos de desordem e da crise do sistema de segurança e penitenciário.
 
Por fim Patrícia Vieira afirma que Ora para que o Maranhão retorne imediatamente a normalidade, assim como pede para Deus, em suas orações, que Ele ilumine os atuais gestores do Estado para que eles encontrem, o mais rapidamente possível, a solução definitiva e perene para essas anormalidades.
 

0 comentários:

Postar um comentário

 

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites Mais