segunda-feira, 14 de julho de 2014

TRE recebe 35 pedidos de impugnação no MA

De acordo com o TRE, 24 pedidos foram feitos pela PRE.
Candidatos com registros rejeitados podem recorrer ao TSE.

Do G1, com informações de O Estado do MA
 
O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MA) recebeu 35 pedidos de impugnação de candidaturas. De acordo com o TRE, já foram impugnados 18 candidatos a deputado estadual, seis a deputado federal e dois candidatos a governador.
Dos pedidos, 24 foram feitos pela Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) do Ministério Público Federal (MPF-MA). No sábado (12), a PRE havia garantido que iria pedir a impugnação de pelo menos 20 candidaturas registradas. O prazo para os pedidos impugnações terminou às 19h de sábado e, até sexta-feira (11), somente dois candidatos haviam sido acionados.
De acordo com o TRE-MA, 813 pediram registro de candidaturas, sendo seis candidatos a governador, seis a vice-governador, seis a senador, seis 1° suplente e seis 2° suplente de senador. Para a Assembleia Legislativa, pediram registro 529 candidatos e para a Câmara dos Deputados, outros 254.
Na lista, estão o candidato a governador Zeluis Lago (PPL), acionado pelo candidato a deputado estadual Antônio Ferreira Martins (PHS), que alega problemas na filiação partidária do candidato do PPL. Também foi acionado o candidato a governador Lobão Filho (PMDB). Ele teve a candidatura impugnada pelos candidatos a deputado federal Simplício Araújo (SD) e Rubens Júnior (PCdoB), que alegam, respectivamente, que o peemedebista é representante de uma empresa que tem contrato com o governo do Estado e que ele tem condenação criminal.
O candidato a primeiro suplente de senador Raimundo Monteiro (PT) também foi impugnado. Contra a candidatura dele, há duas ações de impugnação: uma da PRE, que pede indeferimento do registro devido a contas de sua gestão no Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) rejeitadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU); e outra movida pela candidata a deputado estadual Valéria Campos (PSB) também devido à rejeição das contas pelo TCU.
O TRE terá até dia 5 de agosto para julgar todos os pedidos de registros e também as ações de impugnação de candidatura, baseadas na Lei da Ficha Limpa. Os candidatos com registros rejeitados pela Justiça Eleitoral poderão recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Números

35 ações de impugnações nas eleições deste ano
24 candidatos a deputados estaduais foram impugnados
2 candidatos a governador foram acionados
6 postulantes à Câmara Federal também foram impugnados

0 comentários:

Postar um comentário

 

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites Mais