terça-feira, 8 de julho de 2014

Mesmo sem explicar denúncias vereadora quer ser deputada

Publicada em 07/07/2014 às 11:49:20
Regilda dos Santos Correa, presidente da Câmara de Bacabal, registrou sua candidatura a deputada estadual pelo PSD. É o que se pode chamar de candidata-coragem, pois há poucos dias esteve envolvida em um escândalo de licitações suspeitas na cidade.
As denúncias são de superfaturamento e de contratação de empresas que não estão estabelecidas no endereço informado. A história parece ter ficado na denúncia da imprensa, uma vez que os vereadores não demonstraram muito interesse em apurar com profundidade o assunto. A própria vereadora nunca explicou satisfatoriamente a questão.
Regilda exerce pela primeira vez um mandato na Câmara Municipal. Eleita com 1.250 votos graça ao apoio da Assembléia de Deus, a vereadora teve um pouco de sorte e ajuda para ser eleita presidente. Sorte, porque quem estava cotado era o vereador Gleydson Santos mas se empolgou antes do tempo e conquistou a antipatia de alguns vereadores e de pessoas so staff do Prefeito Zé Alberto (releia) . A ajuda, Regilda recebeu do senador João Alberto que queria ver no comando do Legislativo uma pessoa da sua confiança (releia).
Custo estimado da campanha: 2 milhões
Voltando ao presente, a julgar pela disposição da vereadora Regilda em ser candidata, o episódio das licitações parece não ter abalado sua imagem e nem o bolso. Na Justiça Eleitoral a vereadora registrou que pretende gastar até 2 milhões de reais na campanha para deputada.

Do Blog do Louremar

0 comentários:

Postar um comentário

 

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites Mais