terça-feira, 27 de maio de 2014

Roberto Costa cobra da administração municipal soluções imediatas para a capital

Usando o tempo do grande expediente nessa segunda-feira (26), o deputado Roberto Costa  apresentou toda a sua preocupação com os problemas que a cidade de São Luís vem enfrentando nos últimos dias, principalmente no que diz respeito ao posicionamento do prefeito da capital, Edivaldo Holanda Jr.

Para o deputado, o prefeito Edivaldo, assinou seu atestado de incapacidade, diante da população que sofre com as greves dos  rodoviários, professores e com as enchentes. E afirmou que seu pronunciamento em entrevista coletiva não convenceu a ninguém e, lamentou a ausência de seu líder político, Flavio Dino, ao seu lado nesse momento, já que durante a campanha de 2012 os mesmos, declaravam um discurso de mudança para a cidade.

“O Flavio Dino na campanha eleitoral de São Luís, aparecia na TV mais que o prefeito Edivaldo Holanda, todas as promessas, e todos os compromissos, antes  que o  prefeito assumisse, o Dr. Flavio Dino, assumia primeiramente, como se a promessa de campanha fosse dele. E ele dizia: Com Edivaldo, vai ser tudo diferente! eu me responsabilizo pela mudança dessa cidade.  O discurso do prefeito, durante a coletiva, foi na verdade um discurso de pedir socorro, de quem foi abandonado por seu líder Flavio Dino”, afirmou.

Para o parlamentar,  a cidade passa por um caos, com as greves e com tantos problemas que diariamente a população ludovicense vem enfrentando no seu dia a dia.

“A população sofre com a greve do sistema de transporte, e agora, com a ameaça de paralisação de 100% da frota, causando sérios prejuízos para todos, além da decretação da greve no sistema educacional de São Luís, ainda tem aqui a humilhação que as crianças e os adolescentes da rede pública municipal estão passando com os  risco de fechamento por parte do proprietário de um prédio onde funciona uma Escola Municipal. As ruas dessa cidade, estão todas cheias de buracos, não existe sinalização, até a questão das barreiras eletrônicas que foi feita uma licitação, e que depois de uma denúncia suspenderam a licitação, e as barreiras continuam da mesma forma, sem funcionar. A limpeza pública nesta cidade se encontra completamente abandonada, é lixo por todos os cantos dessa cidade”.

Roberto Costa solicitou um posicionamento de Flávio Dino, a respeito da cidade de São Luís.

“Dr. Flávio Dino não dá um pio sobre esta situação que é de responsabilidade direta dele até porque o discurso de mudança nessa cidade foi feito por ele. Os compromissos assumidos na campanha eleitoral foram feitos por ele, e até agora ele abandonou o prefeito de São Luís e toda a população desta cidade. O Dr. Flávio Dino tem que vir a público e assumir as suas responsabilidades como líder do prefeito Edivaldo Holanda Júnior, em cujas palavras à população de São Luís também confiou. A minha preocupação hoje é saber se esse discurso de mudança que o Dr. Flávio Dino tem para o Maranhão, é o mesmo projeto que eles apresentam para a cidade de São Luís. Se não sabem fazer mudança, não prometam para a população o que não podem entregar depois da eleição, porque a cidade hoje passa por um momento de extrema, mas de extrema dificuldade, e o silêncio do doutor Flávio Dino, termina o condenando a essa situação de fracasso que se tornou a administração municipal”, disse o deputado.

Com forte argumentação, Roberto Costa, afirmou categoricamente que as grandes obras em São Luís foram feitas pela governadora Roseana Sarney.

“Não existe nenhum outro governo que tenha trabalhado mais na capital como o da  nossa governadora Roseana,  grande parte dos viadutos existentes nessa cidade foram feitos pela governadora Roseana, os restaurantes populares como o do Coroadinho, Anjo da Guarda, da Liberdade, da Vila Luizão, foram todos feitos por ela. A única coisa que a oposição diz, é que as obras são do Governo Federal. Esse mesmo governo federal, que o Dr. Flávio Dino apunhala hoje, a presidenta Dilma, o presidente Lula, esses foram parceiros importantes para o Maranhão, que o próprio Flávio Dino traiu, abandonou e foi para o lado daqueles que sempre atingiram o Maranhão e o seu povo, aqueles que são contra o Bolsa Família e o Pronatec. Enquanto isso, a governadora Roseana tem feito a Via Expressa, as construções das redes coletoras dessa cidade, a reforma onde vai funcionar novamente o Colégio Marista de tempo integral, as UPAS que têm sido de fundamental importância na vida dessa população, asfaltamento de diversas ruas desta cidade que ela fez nos seus governos. O que seria de São Luís sem as obras da governadora Roseana?, pontuou Roberto Costa.

A parte

Os deputados oposicionistas Marcelo Tavares e Rubens Jr, ainda tentaram rebater fazendo acusações ao governo. Mas, Roberto Costa retrucou desafiando que os mesmo em vez de acusar o governo façam a defesa do governo municipal.

“o deputado Marcelo  quando fala em relação à defesa do prefeito Edvaldo Holanda Júnior cai num nervosismo e eu respeito esse nervosismo dele e entendo o porquê. Mas, o que nós queremos aqui que a oposição faça, é que não venha mais uma vez com a mesma história: ‘Não, porque a governadora não fez’. Vá se buscar as estações de tratamento que foram feitas nessa cidade, vá se buscar os viadutos dessa cidade, vá se buscar deputado Marcelo, a construção das redes coletoras do Calhau e do Olho D’água que estão sendo feitos deputado Marcelo, vamos buscar deputado Marcelo, a implantação das estações de tratamento de esgoto do sistema Vinhais, do Anil e do São Francisco, todas são obras da governadora Roseana. E o que nós estamos cobrando aqui, deputado Marcelo, é respeito pela humilhação que essa cidade passa por responsabilidade de V. Ex.ªs, porque venderam um projeto para essa população, de mudança, e a única mudança que teve nessa cidade foi para pior”, afirmou Roberto Costa.

Durante os debates, Roberto Costa argumentou que no ano passado, a governadora Roseana, tentou asfaltar a Vila Luizão e no Anjo da Guarda, e que foi impedida pelos fiscais da Prefeitura.

“As ordens partiram do prefeito para suspender o asfaltamento que atenderia uma população que precisava do asfalto por questões políticas. No Anjo da Guarda, as máquinas chegaram a iniciar o processo de asfaltamento, mas mais uma vez o prefeito de São Luís, cumprindo uma ordem de Dr. Flávio Dino, foi com os fiscais da prefeitura e suspendeu o asfaltamento”, disse.

Costa desafiou os oposicionistas a irem à Vila Luizão constatarem os fatos, mas, os deputados de oposição não aceitaram o desafio. E finalizou afirmando que continuará cobrando soluções para que a população de São Luís não continue sofrendo com os desmandos da administração municipal.

0 comentários:

Postar um comentário

 

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites Mais