quarta-feira, 21 de maio de 2014

No apagar das luzes, Sampaio empata com o Vasco, pela Série B

O tricolor enfrenta o Luverdense, na próxima rodada da competição. 

Heider Matos/Imirante.com
20/05/2014 às 23h48 - Atualizado em 21/05/2014 às 01h19

Sampaio cede empate para o Vasco no fim e se aproxima da zona de rebaixamento. Foto: Paulo de Tarso Jr/Imirante.com.
 
SÃO LUÍS – No sétimo capítulo da história entre Sampaio e Vasco da Gama, a “Bolivia Querida” deixou escapar, mais uma vez, uma vitória que parecia certa, diante do Vasco da Gama, na noite desta terça-feira (20). Após dias de indefinição do local da partida, Vasco e Sampaio se enfrentaram, pela sexta rodada da Série B, no Estádio Albertão, em Teresina. A partida estava prevista para ocorrer na Arena Amazônia, mas teve que ser transferido, por rejeição da gestora da Arena, que afirmou que a prioridade era a Copa do mundo. O time maranhense dominou a maior parte do jogo e obteve as melhores oportunidades de gol. O gol tricolor saiu dos pés de Márcio Diogo, aos 19 da segunda etapa. Disposto a sair com a vitória, o time maranhense continuou pressionando os cariocas em busca do segundo gol, que infelizmente não veio. No fim do jogo, o “Gigante da colina” chegou ao gol de empate, após cobrança de falta de Dakson, Rodrigo Ramos espalmou para a área e Guilherme Biteco deixou tudo igual.
Com o resultado, o time maranhense continua próximo da zona de rebaixamento. O Sampaio é o 15º, com apenas cinco pontos. O Vasco da Gama também caiu na tabela de classificação da Série B. O time Cruzmaltino foi a oito pontos e está em sétimo.
Na próxima rodada, o Sampaio recebe o Luverdense, às 16h20, no Estádio Castelão, em São Luís. Já o Vasco viaja para Joinville, para enfrentar o time da casa, no mesmo dia e horário.

O jogo

O início do primeiro não foi bom para o time maranhense. O Sampaio não conseguia se encontrar em campo e apresentava um futebol muito aquém do que se esperava. O Vasco dominava o meio de campo e impedia a criação do “Bolivão”. Aos dez minutos, Felipe Bastos roubou a bola, Marquinhos recebeu, e mandou para fora. Três minutos depois foi vez do Sampaio Corrêa arriscar ao gol vascaíno. A defesa parou pedindo impedimento de Pimentinha, o atacante invadiu a área, mas na hora da finalização, apenas recuou para o goleiro cruzmaltino.

A substituição

Aos dezesseis minutos, Flávio Araújo, percebendo que a equipe estava perdida em campo, promoveu a primeira alteração. Arlindo Maracanã entrou no lugar de Alex. Após a entrada do atacante, o Sampaio conseguiu equilibrar a partida e teve chances mais claras de gol, apesar domínio vascaíno. Rafael Silva se atrapalhou com a bola, Pimentinha recebeu no mano a mano com Douglas Silva, bateu a bola tirando do goleiro, mas a bola saiu pra fora. Aos 36, Marcio Diogo foi lançado tocou para Pimentinha bater e Douglas Silva salvou em cima da linha do gol.

Sampaio melhor em campo

O Sampaio gostou do jogo e obteve mais posse de bola no fim da primeira etapa. Tornando-se, mais perigoso que o time do Vasco, os maranhenses desperdiçaram boas chances de gol. O alvinegro errava na marcação e não criava jogadas ofensivas, demonstrando sentir a falta de Douglas. Yago não substituiu o meia a altura, e sofreu com a forte marcação de Wiliam Simões. Fim de Primeiro tempo empatado no Albertão.

A segunda etapa

Disposto a sair com um bom resultado de Teresina, o Vasco foi em busca do resultado. Em três minutos, o alvinegro chegou na área do Sampaio em três oportunidades. No primeiro minuto, Renan passou por três, mandou um balaço, a bola passou próximo ao travessão e foi para a linha de fundo. Em seguida, foi a vez de David Batista. O jogador foi é lançado na área, dividiu com Luan e caiu pedindo pênalti. O juiz nada marcou e mandou o lance seguir. Aos três minutos, Diego Renan tabelou com Marquinhos que receber livre na área, e chutou por cima do gol.
 
O Gol tricolor saiu dos pés de Márcio Diogo. Foto: Paulo de Tarso Jr/Imirante.com.
O gol tricolor

Percebendo o baixo poder ofensivo do Vasco, e falta de criação de jogadas do time carioca, o Sampaio tomou conta do jogo e o gol parecia questão de tempo. O time maranhense chegou ao gol, aos 16 minutos, com Edimar de cabeça, após cobrança de escanteio de Márcio Diogo, mas o árbitro não validou. Três minutos depois, Márcio Diogo abriu o marcador. O goleiro Diogo Silva afastou mal o cruzamento. Bola caiu nos pés de Marcio Diogo, que gira o corpo e bateu no ângulo. Sampaio 1 Vasco 0.

No apagar das luzes, o gol de empate

O Sampaio seguiu melhor no decorrer da partida. Pimentinha comandava as arrancada pela direita, mas “fominha”, sempre pecava na finalização. Aos 23, Pimentinha invadiu a área driblando, saiu na cara do gol, mas Douglas Silva conseguiu cortar. A vitória parecia questão tempo. O Sampaio marcava melhor, não deixava o Vasco criar oportunidades de gol e se aproveitava dos erros de passes do adversário, que teve poucas jogadas perigosas. Mas, mais uma vez um erro da defesa definiu o placar do jogo. Com o acréscimo de quatro minutos, o Vasco foi para o tudo ou nada. No último minuto de jogo, a oportunidade que o time carioca precisava. Dakson sofreu falta na entrada da grande área. Ele mesmo cobrou falta, e Rodrigo Ramos espalmou para o lado. Guilherme Biteco aproveitou a sobra empatou a partida. Fim de jogo, Sampaio 1 Vasco também 1.

0 comentários:

Postar um comentário

 

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites Mais