terça-feira, 22 de abril de 2014

Estão ‘anabolizando’ a pré-campanha de Edinho Lobão “trinta”

Agora chegaram até inventar números para playboyzinho – filhinho de papai – elitizado” em pesquisa eleitoral fraudulenta

Criminosa a tentativa de igualar o “playboyzinho – filhinho de papai – elitizado” suplente de Senador Edinho Lobão(PMDB) ao pré-candidato a governo Flávio Dino(PCdoB).
Nos últimos dias, membros da imprensa ligados a oligarquia Sarney infringiram a legislação eleitoral com a divulgação de uma pesquisa fajuta, sem qualquer registro nos tribunais eleitorais no levantamento fraudulento.
A divulgação da pesquisa eleitoral sem as informações obrigatórias, como margem de erro, data de realização e o número de pessoas entrevistadas, certamente, deve gerar multa em mais de R$ 50 mil aos responsáveis pela veiculação.
O Partido Comunista do Brasil emitiu nota alertando sobre divulgação de pesquisas falsas e suas consequências para os infratores. Abaixo segue a íntegra da nota.     
1.        Violando a legislação e cometendo crime, fizeram circular hoje através do blog do Cláudio Humberto e de blogs ligados ao Sistema Mirante de Comunicação (Blog do Zeca Soares) dados de uma inexistente pesquisa sobre sucessão estadual com o claro objetivo de confundir a opinião pública através de mentiras;
2.        Não há nenhuma pesquisa sobre o atual cenário eleitoral no Maranhão registrada no TSE/TRE, portanto qualquer divulgação é absolutamente ilegal e passível de punição;
3.        Recorrer a divulgação de falsas pesquisas é expediente que afronta a sociedade e agride a seriedade que se quer dos políticos num pleito tão importante como é o que escolherá o governador do Maranhão;
4.        Lamentamos que tais fatos ainda ocorram, ao mesmo tempo que anunciamos que tais práticas serão levadas ao conhecimento da Justiça para as devidas providências.

Márcio Jerry Saraiva Barroso
Presidente do PCdoB / MA

Do Blog do Domingos Costa

0 comentários:

Postar um comentário

 

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites Mais