segunda-feira, 21 de abril de 2014

Aécio Neves virá ao Maranhão confirmar vice e senador na chapa de Flávio Dino


Visita será no próximo dia 9. O ex-prefeito João Castelo será o candidato do comunista ao Senado Federal




Atual7
 
Principal adversário da presidente Dilma Rousseff nas eleições de outubro próximo, o senador tucano Aécio Neves desembarcará na capital do Maranhão no próximo dia 9, para confirmar as vagas de vice e senador na chapa do comunista Flávio Dino.
A informação foi repassada ao Atual7 por um fonte bem próxima a um dos presentes na reunião ocorrida na última terça-feira (15), em Brasília, entre o senador tucano e o comunista, quando a data da visita ao estado foi acertada.

Visita do tucano foi acertada em Brasília, desde o início da semana. Foto: Divulgação / PCdoB
PARTIDO DO MARANHÃO Visita do tucano foi acertada em Brasília, desde o início da semana. Foto: 
Divulgação / PCdoB

Diferente do que foi publicado pela imprensa maranhense – inclusive pelo Atual7, embora já esteja fechado que a vaga é do PSDB, não há ainda a garantia do nome do deputado federal Carlos Brandão como o vice de Dino. Além dele, disputam o ex-prefeito de Açailândia, Ildemar Gonçalves – por indicação de Sebastião Madeira, e a professora Miosótis Lúcio, que já foi vice do ex-presidente da Embratur, nas eleições de 2010.
Na reunião com Aécio, o único nome definido foi o do ex-prefeito de São Luís, João Castelo, que será lançado ao Senado Federal.
Segundo especialistas em direito eleitoral consultados pela reportagem, o comunista pode abrir palanque para dois candidatos ao Senado [João Castelo e Roberto Rocha], desde que a coligação feita com o PSDB seja apenas para a escolha do candidato ao governo estadual, que no caso seria o próprio Flávio Dino.
No final de novembro do ano passado, o pré-candidato pelo PCdoB chegou a afirmar que Castelo é uma grande liderança política, e que seria uma honra tê-lo em seu palanque, agora em 2014.

0 comentários:

Postar um comentário

 

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites Mais