sexta-feira, 21 de março de 2014

Assaltantes são mortos em confronto com a polícia

Segundo a Polícia Militar, eles teriam assaltado uma fazenda em Ribamar Fiquene.

Jefferson Sousa / Imirante Imperatriz
20/03/2014 às 12h05 - Atualizado em 20/03/2014 às 16h29

IMPERARIZ – Uma perseguição na tarde de ontem (19), a dois carros, no povoado da Paciência, município de Sítio Novo do Maranhão, distante 100 quilômetro de Imperatriz, acabou em duas mortes e um preso. De acordo a Polícia Militar, os três assaltantes trocaram tiro com a polícia logo após serem interceptados.
Segundo o delegado Tiago Bardal, a polícia, em parceria com o Grupo Tático Aéreo (GTA) e a Delegacia de Investigação Criminal (Deic), estariam indo em direção ao município de Sítio Novo do Maranhão para investigar o assalto a um carro-forte que aconteceu na tarde de terça-feira (18), quando observaram um carro modelo Hillux de cor verde escura e um carro modelo S10 de cor branca em alta velocidade.

De acordo com o delegado, os assaltantes não teriam acatado o sinal para parar os carros, então foi inciada uma perseguição por terra e pelo ar até uma plantação de eucalipto, onde os carros foram interceptados, e os assaltantes, que estavam portando dois revólveres calibre 38 e uma pistola Ponto 40, teriam dado início ao tiroteio.
Os assaltantes estavam portando dois revólveres calibre 38 e uma pistola Ponto 40. (Foto: Reprodução/ Antonio Pinheiro)
O confronto resultou na morte de Elcimar Alves Pereira que, segundo a PM, estava portando uma identidade falsa do Estado do Tocantins. E o outro, que não foi identificado até o momento, seria natural do Estado do Pará.
O delegado informou, ainda, que logo após a ação, teria sido encontrado em um dos carros, um cofre, joias e roupas, subtraídos de uma fazenda no povoado de Sumaúma, município de Ribamar Fiquene, distante 50 quilômetros de Imperatriz.
Foi encontrado em um dos carros, um cofre, joias e roupas, subtraídos de um assalto a uma fazenda. (Foto: Reprodução/ Antonio Pinheiro)
 
Além dos objetos encontrados no carro, os assaltantes, também, levaram um carro modelo Golf de cor vermelha e o carro modelo S10 de cor branca que estavam em porte dos bandidos no momento da perseguição.
José Carlos Barbosa, preso logo após a ação, já tem passagem pela polícia do Estado do Pará. Ele foi condenado a 60 anos de prisão por homicídio e roubo.

0 comentários:

Postar um comentário

 

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites Mais