terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Em Imperatriz, homem é preso por suspeita de torturar enteados

Criança de 5 anos foi encontrada pelos conselheiros ajoelhada sob grãos.
Pai conta que foi proibido de ver os filhos por ciúmes.

Do G1 MA, com informações da TV Mirante
Em Imperatriz, um homem foi preso em flagrante após denúncias de que estaria torturando os enteados. As crianças foram encontradas pelos conselheiros durante o  castigo. Na casa, a polícia encontrou a criança mais nova, de 5 anos, ajoelhada sobre caroços de arroz cru, "vigiada" pelo padrasto.

"Chegando lá em uma ação surpresa, localizamos a criança ajoelhada sob os caroços, com a mão na parede. Isso acontecia desde às 6h até muito tarde. Além de estar de joelho naquele local, fazia as necessidades fisiológicas de joelho. Ele pegava uma garrafa de amaciante, cortava e colocava lá para a criança fazer as necessidades", contou o soldado Saraiva, da Polícia Militar.

Os pais das crianças são separados há quatro anos e há um mês. O pai conta que foi proibido de ver os filhos, porque o companheiro da ex-mulher é muito ciumento. "Esse rapaz tem que responder pelo que ele fez. Isso é uma coisa inadimissível", declarou o pai das vítimas, Elan de Carlos Carvalho.

Conselheiros tutelares foram chamados para acompanhar o caso e localizaram a mãe dos meninos. Ela alegou que trabalha como diarista e não sabia o que acontecia quando saía de casa. Denúncias de maus-tratos, segundos os conselheiros, são comuns.

"Durante a semana temos dois, três, cinco casos de maus tratos, principalmente nos fins de semana, quando os pais são separados e as mães saem para se divertir e as crianças ficam sozinhas", explicou o conselheiro tutelar Francisco Gomes de Sá.

0 comentários:

Postar um comentário

 

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites Mais