quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Mais de 40 presos são retirados do Centro de Triagem de Pedrinhas


08/01/2014 20h29 - Atualizado em 08/01/2014 21h49

Detentos foram levados para outras unidades do mesmo Complexo.
Diretor diz que transferência vai combater a superlotação.

Do G1 MA

Quarenta e cinco presos do Centro de Triagem de Pedrinhas foram deslocados para outras unidades prisionais do mesmo Complexo Penitenciário, nesta quarta-feira (8). Jean Mota, diretor de Segurança e Disciplina do Centro de Triagem, confirmou ao G1, que nenhum dos presos transferidos para a Casa de Detenção (Cadet), por exemplo, tem relação com ‘facções criminosas’, e que a medida vem combater a questão da superlotação dos presídios. "Estamos trabalhando para diminuir a superlotação. Mesmo com o câncer das facções, ainda há presos que querem pagar suas penas e querem ser ressocializados. Por isso mesmo, estamos fazendo o deslocamento. Só que isso tem que ser feito de forma gradativa, seguindo todos os critérios necessários", completou.
Trinta presos foram levados para a Casa de Detenção (Cadet). Dez presos foram levados para o Centro de Custódia de Presos de Justiça (CCPJ); e, cinco, para o Presídio São Luís 2.
De acordo com Mota, parte da estrutura da Cadet, destruída na rebelião ocorrida em outubro do ano passado, já foi reformada para receber novamente os presos. Os 30 que foram para a Casa de Detenção são réus primários. “Os detentos já passaram pela avaliação médica, jurídica e atendimento psicossocial”, finalizou o diretor.
Na tarde desta quarta-feira, a comissão de segurança da Assembleia Legislativa do Maranhão acompanhou a Polícia Militar em uma vistoria no Complexo Penitenciário de Pedrinhas.
Durante a vistoria, em quatro unidades do Complexo, a Comissão avaliou as condições da segurança e as instalações.
De acordo com o presidente da Comissão, deputado Roberto Costa, o sistema de segurança, dentro e fora do Complexo Penitenciário de Pedrinhas já foi normalizado. “Todos os presos estão nas celas, com acompanhamento por parte do Batalhão de Choque da PM, tudo voltando a sua normalidade”, disse Costa.

0 comentários:

Postar um comentário

 

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites Mais