quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Jornal Nacional confirma que Maranhão está mais rico, mas revela desigualdade na distribuição de renda

Reportagem conversou com o secretário de Desenvolvimento Social, após negativas de Roseana Sarney em comentar quadro apresentado.

 
Atual7

Duradoura para os padrões Globo de jornalismo, uma reportagem exibida pelo Jornal Nacional, na edição dessa quarta-feira (15), confirmou uma declaração feita por Roseana Sarney há poucos dias – já anteriormente confirmada por uma revista especialista no setor -, quando associou o aumento da violência ao crescimento econômico do Estado: o Maranhão realmente está mais rico.
- De fato, é verdade: o Maranhão ficou mais rico. De acordo com os últimos números do IBGE, o PIB do estado cresceu 15,3% entre 2010 e 2011. Bem acima do crescimento do Brasil no mesmo período, que foi de 2,7%. O problema é que esse crescimento não se traduziu em melhoria de vida para os moradores. O Maranhão é também um dos piores nos índices sociais do País – afirmou o repórter Tiago Eltz, antes de mostrar por quase três minutos uma invasão no bairro da Camboa, em São Luís, e logo após responsabilizar o Governo do Estado pelo lixo que é jogado na maré pelos próprios moradores restantes da área, já que a maioria foi removida dos antigos palafitas para as unidades habitacionais do PAC Rio Anil.
Na reportagem, Eltz deixou a entender que o fato do lixo não ser mais levado pela maré seria um problema, já que agora – com a construção da Avenida IV Centenário – ‘a água não chega e limpa a região’, deixando todo o lixo acumulado debaixo das casas dos responsáveis pela sujeira.

Maranhão ganhou as manchetes nas últimas semanas, depois de uma onda de violência em São Luís. Foto: Reprodução / Jornal Nacional
JN Maranhão ganhou as manchetes nas últimas semanas, depois de uma onda de violência em São Luís. Foto:
 Reprodução / Jornal Nacional

Ainda segundo a reportagem do Jornal Nacional, após procurar insistentemente Roseana Sarney (PMDB) para comentar sobre o assunto, a governadora não deu crédito à equipe da Globo, indicando o secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Fernando Fialho, para responder à entrevista.
Sobre o quadro apresentado, Fialho defendeu que as políticas sociais implementadas pelo governo da peemedebista já apresentam resultados que começam a ser sentidos pela população maranhense. O secretário disse ainda que a melhoria das condições sociais no Brasil tem sido um desafio que tem sido enfrentado de frente por todas as esferas do governo, e que a redução da extrema pobreza no Maranhão, nesses últimos anos, teve uma redução captada pela PNAD, em 2012, de 22% para 12%.

Confira a reportagem completa do Jornal Nacional:

2 comentários:

  1. VERDGONHAAAAAAAAAAAAAAAAAA PARA NÓS MARANHENSE ...MAIS ISSO IRÁ MUDARRRRRRRRRRRRR

    ResponderExcluir
  2. eita que a coisa ta è feia no MA...SOCORROOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

    ResponderExcluir

 

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites Mais