segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Em Bacabal, PM apreende mais de dez mil reais em notas falsificadas


27/01/2014 17h39 - Atualizado em 27/01/2014 17h42

Joilson Santos estava sendo investigado pelo uso do dinheiro falso.
Ele afirmou ter comprado as notas falsas com cinco mil reais verdadeiros.

Do G1 MA
PM prendeu homem após investigações e denúncias através do 190 (Foto: Divulgação/Ascom) 
PM prendeu homem após investigação e denúncia
através do 190 (Foto: Divulgação/Ascom)
 
Policiais Militares de Bacabal, a 240 km de São Luís, prenderam no fim da manhã desta segunda-feira (27) Joilson de Sousa Santos, de 31 anos. A PM apreendeu com ele 10.700 reais em notas de 100 falsificadas. Além da quantia falsificada, 1.670 reais verdadeiros, documentos pessoais e cartões bancários próprios.
O Serviço de Inteligência do 15º BPM investigava uso de notas falsas na cidade. Além da investigação, várias denúncias chegaram através do 190.  Joilson foi encontrado no centro da cidade em uma motocicleta alugada. Após uma revista pessoal o material foi encontrado. Segundo a polícia, o dinheiro falso foi encontrado dentro do capacete, atrás do forro.
Ao ser questionado, ele disse ter recebido todo o dinheiro falso de uma pessoa que não soube identificar em Açailândia, cidade que fica a 600 km da capital. Também afirmou que sabia que o dinheiro era falso e que teria comprado todo o montante, de mais dez mil reais falsificados, por 5.000 reais verdadeiros.

Notas falsificadas e verdadeiras foram encontradas com o homem  (Foto: Divulgação/Ascom)Notas falsificadas e verdadeiras foram encontradas com o homem (Foto: Divulgação/Ascom)
Alerta

A polícia estima que Joilson já teria passado mais de 1.500 reais em notas falsificadas para o comércio da cidade. As terminações das cédulas falsificadas são: 7448, 7362, 6121 e 2556. Quem tiver uma cédula com estas terminações deve procurar a Delegacia de Polícia Civil de Bacabal. Os cidadãos também devem estar atentos às cédulas danificadas.
A pena para o crime de falsificação, fabricação ou alteração da moeda local, seja metálica ou em papel moeda, varia de três a 12 anos de prisão e multa. Está sujeito à mesma pena quem adquire, vende, troca, guarda ou introduz na circulação a moeda falsa. Quem recebe ou mantém em circulação também comete o crime com pena de seis meses a dois anos e multa.

0 comentários:

Postar um comentário

 

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites Mais