segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Michael Schumacher tem hemorragia cerebral e corre risco de morte após acidente

Ex-piloto alemão bateu a cabeça em uma rocha e foi transferido para um hospital. Ele piorou nas últimas horas.


Do ESPN

O traumatismo craniano sofrido por Michael Schumacher durante um acidente de esqui o deixou em coma e em ‘estado crítico’. A informação foi divulgada pela própria assessoria do ex-piloto e pelo hospital francês onde ele está internado.
‘Ele estava sofrendo um sério trauma cerebral e entrou em coma, o que exigiu uma imediata operação neurocirúrgica’, declarou a instituição em comunicado.

Schumacher sofreu acidente enquanto esquiava nos Alpes franceses. Foto: Reuters
ESQUI EXTREMO Schumacher sofreu acidente enquanto esquiava nos Alpes franceses. Foto: Reuters
O neurocirugião francês Gérard Saillant, amigo de Schumi desde os tempos da Fórmula 1, viajou até o hospital na cidade francesa de Grénoble (cerca de 600km da capital Paris), para auxiliar. Saillant é respeitado na medicina esportiva e, inclusive, já operou a perna de Schumacher em 1999. Olivier Panis tentou visitar o amigo no hospital, mas foi impedido de entrar e prometeu retornar nesta segunda-feira.
Schumacher sofreu neste domingo um grave acidente de esqui na estação de Méribel, nos Alpes franceses. Ele foi levado às pressas para um hospital nas proximidades com traumatismo craniano. Mais tarde foi transferido para Grénoble.
Um porta-voz da estação de Méribel havia informado pela manhã que o heptacampeão mundial de Fórmula 1 estava bem e não corria nenhum tipo de risco, apesar de estar ‘agitado’.
‘Schumacher está no hospital da cidade de Moutiers. Está consciente, e seu acidente não foi sério’, informou inicialmente Christophe Gernignon-Lecomte, diretor geral da estação, que é uma das mais conhecidas dos Alpes franceses. O quadro do ex-piloto, porém, piorou horas depois.
O ex-piloto de Fórmula 1, de 44 anos, bateu em uma pedra enquanto esquiava fora da área de pista (o chamado ‘esqui extremo’) com seu filho, de 14 anos. Ele foi socorrido em apenas oito minutos e levado de helicóptero em seguida para o hospital, disse Gernignon-Lecomte. De acordo com Sabine Kehm, assessora do astro, ele estava usando capacete no momento do acidente.
Schumacher tem uma casa na estação de Méribel, que forma parte do conjunto dos Três Vales, onde estão algumas das estações de esqui mais famosas (e mais caras) do planeta.
Só neste fim de semana, aliás, cinco esquiadores morreram na França, sempre praticando ‘esqui extremo’ fora da pista, o que levou autoridades a pedirem especial prudência na prática do esporte, já que as atuais condições meteorológicas não estão favoráveis.

‘Luta pela vida’

A assessora Sabine Kehm havia prometido repassar aos jornalistas algumas informações sobre Schumi, após a entrevista coletiva que seria concedida pelos médicos franceses ser cancelada. Kehm afirmou que o heptacampeão mundial já foi operado e que agora “está lutando pela vida”.
Como não estava sozinho, Schumacher foi rapidamente levado a um pequeno hospital em Moutiers e depois ao Centro Hospitalar Universitário de Grénoble. A princípio, a imprensa francesa falava em ferimento grave, mas sem riscos para o alemão. Com o passar das horas, o estado de saúde do astro se agravou devido a uma hemorragia cerebral.
A polícia francesa, segundo a direção da estação de Méribel, já estaria preparando inquérito para investigar as causas do acidente do ex-piloto, acostumado a esquiar em alta velocidade.

0 comentários:

Postar um comentário

 

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites Mais