sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Vistoria do Detran aponta irregularidades em 60% das autoescolas do Maranhão

Vistoria está sendo realizada pelo Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão nos centros de formações de condutores desde o dia cinco de setembro revelou que maioria está com problemas de deficiência estrutural, física ou logística

Publicação: 25/10/2013 07:44 Atualização: 25/10/2013 09:27
 



O Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran – Ma) fecha o cerco por meio de fiscalização em todo o estado. Durante a inspeção acabam encontrando deficiência estrutural, física ou logística em 60% das autoescolas no Maranhão e caso não sofram as adequações padrões correm o risco de serem descredenciadas do órgão fiscalizador no próximo ano.

Em todo o estado são 215 centros de formações de condutores e, na capital, um total de 68. O trabalho de vistoria está sendo feita desde o dia cinco de setembro e vai se estender até a primeira semana do mês de novembro. Os agentes fiscalizadores estão analisando a documentação, estrutura física, logística, automóveis, motocicletas e até mesmo o plano pedagógico das autoescolas.

“No momento, precisamos saber como está a qualidade dos locais e dos instrutores que formam os nossos condutores”, afirmou o chefe da Controladoria do Detran, Sérgio Campos. Ele também informou que a inspeção é regida pelo artigo 14 da portaria 805/2008, que dita que os fiscalizadores possuem o direito de bloquear do sistema do Detran imediatamente as escolas de formação de condutores que apresentam deficiências ou irregularidades.

No interior do estado, segundo Sérgio Campos, o trabalho de fiscalização já terminou e em São Luís ainda faltam 10% serem vistoriadas. Em relação aos estabelecimentos onde foram constatadas as deficiências receberam um prazo de 20 dias para se adequarem de acordo com os padrões do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN). Caso contrário, elas serão penalizadas ou até mesmo não renovando o seu credenciamento do Detran do ano de 2014.

Para o instrutor de trânsito, Sandro Campos, de 41 anos, esse trabalho é uma forma das autoescolas estarem o tempo todo se renovarem para oferecer um bom trabalho aos clientes, ou seja, aos seus alunos que serão os futuros condutores. Diego Serra, de 30 anos, falou que o Detran precisa anualmente fiscalizar esses centros de formações, pois, devido a má – qualidade de ensino foi prejudicando na época em estava tirando a carteira de habilitação de motociclista. “Passei mais de um ano para conseguir tirar a minha carteira de motorista da categoria A, pois, nunca tinha instrutores disponíveis para dar as aulas teóricas e práticas para mim”.

Identificados

A partir desta semana, todos os credenciados do Detran ( despachantes, casas de placas, inspetores de trânsito, médicos peritos, psicólogos e instrutores de CFC’s) trabalham utilizando crachás para efeito de identificação e de fiscalização feita pela Controladoria do Departamento.

O uso do crachá de identificação é obrigatório a todos os credenciados segundo determina o artigo 7 da portaria 805/2008 do Detran-MA, que trata do credenciamento. “É muito importante essa identificação tanto para os credenciados como para o usuário que facilmente identificará o credenciado e terá mais segurança, inclusive na fiscalização por parte da Controladoria”, destacou o diretor geral, André Campos.
 
Memória

Desde o mês de agosto, Detran está fazendo o serviço de inspeção veicular em carros de autoescolas. Em abril deste ano o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia suspendeu a Acreditação do Instituto Tecnológico de Engenharia e Segurança Veicular Ltda (ITESV), empresa responsável pela inspeção veicular do Detran-MA. Após uma nova vistoria, realizada pelo INMETRO foi identificado que as exigências foram cumpridas e o serviço da Acreditação da ITESV, para a realização de inspeções na área de segurança veicular foi retomado.

O Inspeção Veicular LTDA-ITESV atende uma determinação da legislação vigente do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) por meio de diversas resoluções (nº 232, 292, 291, 369, 362) e portarias (nº 25/2010, 1207/2010) que determinam a inspeção veicular em diversas situações como alteração de características de veículos e classificação de baixa de carros envolvidos em acidentes de trânsito, além de ser necessária, a inspeção veicular, para o licenciamento e registro do veículo modificado ou alterado, sinistrado, bem como substituição de equipamento de segurança veicular especificada pelo fabricante.

Número

60% das autoescolas no estado possuem deficiências que foram encontradas pelo Detran-MA

0 comentários:

Postar um comentário

 

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites Mais