sexta-feira, 25 de outubro de 2013

OPERAÇÃO CONJUNTA DO 7º E 15º BPM TERMINA COM APREENSÃO DE FARTA MUNIÇÃO E ARMAMENTOS, RECUPERAÇÃO DE CARRO ROUBADO E PRISÃO DE ACUSADO DE HOMICÍDIO NO ESTADO DO PARÁ.

Uma operação conjunta do 7º e 15º Batalhão de Polícia Militar das cidades de Pindaré e Bacabal, respectivamente, culminou com a prisão na tarde do dia 24, na cidade de Bacabal do senhor JOSÉ RODRIGO DE MELO, conhecido por Beto, 38 anos, natural do Estado de Pernambuco, atualmente com residência a Rua Nossa Senhora de Fátima, Bairro Almiro Paiva e da sua companheira LINDINALVA DA CONCEIÇÃO MACEDO, 26 anos, residente no mesmo endereço; JOÃO FILHO CUTRIM, 18 anos, também residente no Bairro Almiro Paiva e funcionário de BETO e ainda JUSCELINO TEIXEIRA , 29 anos, atualmente residindo na cidade de Pio XII – MA.

Com os mesmos a polícia apreendeu um corsa classic, preto, de placas NNF 6919, licenciado em nome de Carlos Alberto Fernandes Filho e tomado de assalto no último dia 21, na cidade de Viana - MA; 01 (uma) pistola, Taurus, calibre .380, de nº KDV81267; 01 (uma) pistola, calibre .22, Bersa, de nº 799365; 105 (cento e cinco) munições .380; 110 (cento e dez) munições, .22; 34 (trinta e quatro) munições .44; 02 (duas) munições .38; 01 (um) rifle .22;  01 (uma) luneta de alta precisão; 02 (duas) lanternas; 02 (dois)  celulares; 01 (um)  canivete;  02 (dois)  carregadores .380; 01 (um)  carregador .22; 01 (uma) carteira, tipo porta-cédulas;  01 (um) vidro de lubrificante para armas; 03 (três) relógios; 01 (um) carregador; R$ 129,00 (cento e vinte nove reais) em espécie; 01 (uma) fotografia de uma pessoa conhecida por Aiton Fogoió, conhecido por “Fogoió do Couro” morto a tiros juntamente com um segurança no último dia 02, no povoado Novo Paraíso, município de Piçarra, no Pará. Os corpos das vítimas e o carro em que andavam foram incendiados na ocasião.
   No último dia 02, o veículo Corsa Classic foi tomado de assalto na cidade de Viana – MA, quando uma pessoa armada com revólver rendeu o proprietário e levou o seu bem. Apavorado o dono do carro começou a colher informações até chegar a um hotel onde o suposto assaltante teria se hospedado. No local conseguiu as imagens do circuito interno e colocou em um pendrive. Dado as instalações do hotel serem humildes o acusado não imaginava que possuía câmeras. Ao conversar com o Sargento Lima do 7º BPM da cidade de Pindaré e que reside na cidade de Pio XII, lhe relatou o fato e mostrou as imagens. De imediato o graduado reconheceu JUSCELINO TEIXEIRA o “Negão” que morava próximo a sua residência e que teria chegado há quatro meses.

De posse das informações uma guarnição composta pelo Sargento Lima,Tenente Aguiar e Cabo Fernando foram até a residência de Negão. Após algumas arguições este confessou o roubo do carro em Viana e que teria dado como pagamento de uma dívida no valor de R$ 10.000 (dez) mil reais. O carro estaria em posse de BETO na cidade de Bacabal. Que tinha sido ameaçado de morte pelo mesmo e num certo prazo se não pagasse a dívida ou entregasse um bem no valor aproximado seria morto.
                      
Após a confissão foi dado voz de prisão a Negão. De imediato os policiais militares do 7º BPM se dirigiram a cidade de Bacabal para recuperarem o carro. No trajeto, Negão, teria confessado que BETO era muito perigoso, que se passava também como agiota, que tinha farto armamento e munição em sua casa e que era o responsável pelo assassinato de  “Airton Fogoió” que era seu patrão no Estado do Pará. Diante da periculosidade de Beto os policais militares do 7º BPM procuraram o Tenente-coronel Egídio e pediram reforço para o êxito da missão. Negão resolveu colaborar e ligou para Beto dizendo que estava em Bacabal e precisava conversar com o mesmo, pois tinha uma parada de R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais) para fazerem.  Foi marcado o local do encontro num posto de gasolina que fica a margem da BR-316 no perímetro urbano de Bacabal. Lá os policiais permaneceram acampados das 13 até às 16h30min, quando Beto chegou no carro roubado. O mesmo foi imediatamente rendido e preso.

Após ser preso os policiais levaram Beto até a sua residência onde encontraram todo o armamento e munições já citadas. Beto nega todas as acusações. Participaram da operação o Tenente-coronel Egídio, Aspirante Nóbrega, Sargentos Fernandes e Oliveira, Cabos Gilton e Do Vale e Soldados Cleyton, Eliomara e Mádson (todos do 15º BPM), além, do Tenente Aguiar, Sargento Lima e Cabo Fernando ( todos do 7º BPM).


Com informações do 15ºBPM

0 comentários:

Postar um comentário

 

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites Mais