quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Juiz nega extensão de saída temporária do Complexo de Pedrinhas

Segundo Roberto de Paula, todos deverão voltar às 18h de sexta (18).
Na terça (15), um detento que recebeu o benefício foi assassinado.

Do G1 MA


Os presos favorecidos com a saída temporária das instalações do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, não terão seus benefícios estendidos. A decisão foi tomada pelo juiz da 1ª Vara de Execuções Penais de São Luís, Roberto de Paula, após analisar algumas solicitações.
“Não houve nenhum pedido oficializado, então eles terão que se apresentar até as 18h desta sexta-feira (18)”, explicou o magistrado.
Alguns dos detentos pretendiam estender o período fora da prisão, principalmente após a rebelião em que 10 morreram e 20 ficaram feridos, na última quarta-feira (9). Na última sexta-feira, 246 deles foram beneficiados com a saída temporária. A maior parte deles apresentava bom comportamento ou já havia recebido progressões em suas penas.
Na terça (15), o detento Guilherme Jansen dos Santos, de 22 anos, que cumpria pena no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, foi assassinado. Segundo a polícia civil, ele foi abordado por dois homens em uma motocicleta, no bairro Ilhinha, que dispararam oito tiros contra ele.

0 comentários:

Postar um comentário

 

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites Mais