terça-feira, 29 de outubro de 2013

Diretora do CDP nega envenenamento de servidores

De acordo com blog, um detento teria adicionado veneno ao café servido a funcionários.
Imirante.com
28/10/2013 às 19h26 - Atualizado em 28/10/2013 às 21h05

Divulgação
 
SÃO LUÍS - A diretora do Centro de Detenção Provisória (CDP), Joseane Furtado, negou a informação de que um detento, do Centro de Detenção Provisória de Pedrinhas (CDP), teria envenenado cinco servidores. Segundo ela, dois funcionários tiveram uma “infecção intestinal”, após comerem pão e queijo. Ela disse, ainda, que todos os servidores fazem a refeição juntos.
De acordo com o Blog do Daniel Matos, três servidores foram internados em estado grave. A diretora, também, negou esta informação, e afirmou que ninguém foi internado. Ainda de acordo com o blog, um detento, que faz serviços de faxina da unidade prisional, teria adicionado veneno ao café servido aos funcionários, causando intoxicação em cinco deles.

0 comentários:

Postar um comentário

 

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites Mais