quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Flávio Dino debate aeroportos regionais do Maranhão com ministro da Aviação Civil

Aeroportos de Imperatriz, Santa Inês, Bacabal, Barra do Corda, Barreirinhas e Balsas foram discutidos.


Atual7

Em audiência realizada ontem (11) com o ministro da Aviação Civil, Moreira Franco, o presidente da Embratur, Flávio Dino, tratou sobre o planejamento da logística de transportes que será utilizada pelos turistas durante a Copa do Mundo de 2014.
Na oportunidade, Dino e Franco debateram também o andamento do projeto de reforma dos aeroportos regionais brasileiros, como forma de estímulo ao turismo nacional e internacional.
O presidente da Embratur aproveitou para acompanhar o andamento das obras nos aeroportos regionais do Maranhão.

O presidente da Embratur, Flávio Dino, em audiência com o ministro da Aviação Civil. Foto: Divulgação / Embratur
O presidente da Embratur, Flávio Dino, em audiência com o ministro da Aviação Civil. Foto: Divulgação / Embratur

Moreira Franco informou que os aeroportos que terão as obras iniciadas com maior rapidez serão os de Santa Inês e Bacabal, por terem recebido interesse das empresas aéreas e por necessitarem de obras menos complexas.
Os aeroportos de Balsas e Barra do Corda também estão na lista de interesse das empresas aéreas e, portanto, são prioridade para a Secretaria de Aviação Civil. No entanto, precisam de obras mais complexas.
No caso de Balsas, a localização do aeroporto, próximo a áreas residenciais, não permite sua ampliação, o que talvez exija que seja feito um novo aeroporto para expandir o número de voos na cidade, que conta com grande fluxo por conta do crescimento da produção agrícola e da localização geográfica.
O ministro destacou ainda que a obra para construção de um novo terminal de passageiros em Barreirinhas está em estágio avançado, e a pista já em fase de homologação na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).
Flávio Dino destacou que todos os empresários e trabalhadores do turismo dos Lençois Maranhenses estão ansiosos pela conclusão do equipamento, fundamental para que o turismo internacional possa se desenvolver na região, inclusive com vistas à Copa, já que Fortaleza receberá muitos jogos e torcedores.
‘Em um país de dimensões continentais como o Brasil e também no Maranhão, com seus mais de 330 mil quilômetros quadrados, o transporte aéreo é um modal essencial para garantir o fluxo de turistas, tanto a lazer como a negócios’, avalia Dino.
O presidente da Embratur tem feito agendas para debater a ampliação da aviação regional no país e no Maranhão. Em maio, esteve com o secretário de Desenvolvimento Econômico de Imperatriz, Sabino Siqueira da Silva, e também fez encontros com a Associação Comercial e Industrial de Imperatriz e com empresários em Balsas.
Ao todo, o programa de modernização dos aeroportos regionais brasileiros, lançado pela presidenta Dilma Rousseff (PT), prevê investimentos de R$ 7 bilhões ao longo dos próximos anos

0 comentários:

Postar um comentário

 

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites Mais