terça-feira, 3 de setembro de 2013

E se o desafio tivesse sido aceito?



Roberto Costa desafiou
Roberto Costa desafiou
Na semana passada, durante o duro embate que o deputado Roberto Costa (PMDB) teve com Marcelo Tavares (PSB) sobre o processo eleitoral e a sucessão ao Palácio dos Leões, o peemedebista lançou um desafio a Tavares. Isso após ter ouvido do oposicionista, que o grupo governista e a parte da imprensa teriam sido os culpados pela derrota de Jackson Lago (PDT) em 2010, último pleito disputado pelo ex-governador.
Costa não só desafiou Tavares, como honrou com a história recente da política maranhense, ao tratar do fato de maneira correta, sem rodeios ou ilusões. Falou a verdade que tanto a oposição tenta hoje esconder.
“Já que vocês culpam o Governo pela derrota de Jackson, eu faço um desafio. Vamos
Marcelo Tavares recuou
Marcelo Tavares recuou
perguntar para Igor Lago, filho do ex-governador, quem foi o responsável por aquela derrota. Se fomos nós, ou se foi Flávio Dino, que o apunhalou pelas costas. Eu já sei da resposta. Aceita o desafio, vamos perguntar a ele. Todos sabemos que Flávio Dino agiu de todas as formas para inviabilizar a campanha do doutor Jackson. Você sabe disso”, afirmou na ocasião. Marcelo apenas assistiu, nada mais falou…
Menos de uma semana depois, Igor Lago resolveu falar sobre o assunto. Classificou o grupo liderado por Flávio de desleal.
“Pior, esse mesmo grupo oposicionista tenta se impor aos outros e a todos como a única solução, o único caminho, a única via para se conquistar a alternância de poder no nosso estado. Assim, optam pela estratégia de um tosco salvacionismo, um messianismo barato com o ungido já ‘escolhido e eleito’, conforme percebemos”, disse.
E se o desafio tivesse sido aceito?

0 comentários:

Postar um comentário

 

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites Mais