quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Operação das Polícias Civil e Militar põe fim à onda de terror imposta pelos dois irmãos conhecidos como "filhos do mão de pilão" em Zé Doca



Os irmãos Magadiel, 21 anos, Manel, 23 anos e Fernando de 37 anos

No amanhecer desta terça-feira (27), por volta das 06h, uma operação conjunta das Polícias Civil e Militar coordenada pelo Major da Polícia Militar Glauber e pelo Delegado Regional de Polícia Civil Dr. Jader Alves prenderam os dois irmãos conhecidos com os “filhos do mão de pilão” que tocava o terror na cidade de Zé Doca. 
Armas e munições apreendidas pela polícia com os elementos
Cerca de 15 policiais entre militares e civis participaram da operação, que cumpriu a três mandatos de busca e apreensão expedido pela Comarca de Zé Doca em residências de pessoas ligadas aos dois irmãos. Os pedidos de busca e apreensão foram solicitados pelo Delegado Regional de Polícia Civil Dr. Jader Alves.
Nos últimos tempos os dois irmãos “Magadiel e Manel” vinham aterrorizando a cidade de Zé Doca cometendo assaltos e homicídios que ultrapassam mais de 10 mortes. Juntamente com os dois irmãos havia uma terceira pessoa; Fernando Alves da Silva acusado de ser comparsa dos irmãos.
Na operação foram presos os irmãos Magadiel Rodrigues, 21 anos; Manoel Rodrigues, 23 anos; Fernando Alves da Silva, 37 anos; Walber Sousa; Rosaíra Rodrigues; Daiane Sousa, 23 anos; que é mulher de Magadiel e uma menor de 12 anos com as iniciais T. A..
Os policiais Sizino, Haroldo, Delegado Dr. Jader Alves e o policial Rocha
Os irmãos foram presos ainda quando estavam dormindo, sendo que o Magadiel foi preso na Rua Machado de Assis, na Vila Nova e o Manel foi preso na Rua Santa Maria, no Conjunto São José.
No momento das abordagens nenhum dos presos reagiu à prisão. A polícia ainda apreendeu junto com os meliantes; dois revólveres cal. 38; um rifle cal. 44; vinte cartuchos cal. 38; três espingardas de fabricação caseira; três facões; sete celulares e um relógio.
De acordo com o Delegado Dr. Jader Alves informou que sua equipe estará fazendo mais diligências, no intuito de descobrir mais crimes associados aos irmãos, que tanto aterrorizaram a cidade. Ainda segundo o Delegado, a Polícia continuará investigando o caso com o objetivo de tentar prender mais pessoas ligadas aos irmãos.
Dr. Jader Alves informou ainda que os irmãos provavelmente serão transferidos para a Penitenciaria de Segurança Máxima de Pedrinhas na capital do Estado.

0 comentários:

Postar um comentário

 

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites Mais