quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Mãe de aluno é barrada em escola por causa de vestido rosa

Ela diz que foi impedida de entrar inclusive pela diretora, em Palmas.
Polícia foi chamada; governo diz que lamenta ocorrido e que irá investigá-lo.

Do G1 TO, com informações da TV Anhanguera

Comerciante diz que foi vítima de preconceito por causa da roupa que usava (Foto: Reprodução/TV Anhanguera) 
Comerciante diz que foi vítima de preconceito por
causa da roupa que usava

(Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
A mãe de um aluno foi impedida de entrar na antiga escola do filho nesta quarta-feira (21), em Palmas (TO), por causa de um vestido rosa que estava usando. A confusão aconteceu na escola estadual São José, localizada na quadra 112 Sul da capital.
A comerciante Rosângela Florança diz que foi vítima de preconceito. "O guarda não deixou [eu entrar], chamou outra pessoa e ela também não deixou e havia várias pessoas assistindo", afirma.
Segundo Rosângela, após discutir com os funcionários, a diretora da escola foi atendê-la do lado de fora. "A diretora veio com um papel para me mostrar dizendo que era uma lei. Eu disse que não era estudante da escola. Sou mãe de um aluno e fui pegar uma declaração", conta. "Falar que eu não posso entrar porque minha roupa é inadequada eu não aceito."
A comerciante chegou a chamar a polícia, mas, segundo ela, nem os policiais resolveram o problema.
Governo lamenta o caso
A Secretaria da Educação do Estado do Tocantins (Seduc) informa que irá investigar o caso e diz lamentar o ocorrido.
O G1 tentou conversar com a diretora da escola, mas a equipe de reportagem não foi atendida.

0 comentários:

Postar um comentário

 

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites Mais