segunda-feira, 29 de julho de 2013

Em crise, São Paulo contrata filho de Sócrates para gerenciar futebol

RAFAEL REIS
DE SÃO PAULO

Atualizado às 17h46.

O São Paulo acertou nesta segunda-feira a contratação do advogado Gustavo Vieira de Oliveira, filho do ídolo corintiano Sócrates e sobrinho do ex-craque do clube Raí, para tentar gerenciar a crise que tomou conta do seu futebol.
Gustavo será um dos dois novos dirigentes prometidos pelo presidente Juvenal Juvêncio, que irão substituir o diretor de futebol Adalberto Baptista, que pediu demissão na semana passada.


Novo Gerente Executivo do Futebol, Gustavo Vieira de Oliveira (dir.) ao lado do vice de futebol João Paulo de Jesus Lopes
Novo gerente executivo do São Paulo, Gustavo Vieira de Oliveira (dir.), conversa com o vice de futebol João Paulo de Jesus Lopes 
O advogado ocupará o cargo de gerente executivo de futebol, equivalente ao de superintendente de futebol, inexistente desde o afastamento de Marco Aurélio Cunha, em 2011, e será remunerado pela função -Adalberto e o vice João Paulo de Jesus Lopes não recebem salários.
"De jeito nenhum [tememos rejeição da torcida]. Ser filho do Sócrates só o dignifica. Ele era uma pessoa diferenciada. E outra, ele é sobrinho do Raí e são-paulino", afirmou Jesus Lopes, que ocupa interinamente também a função de diretor de futebol.
O filho de Sócrates já presta serviços ao São Paulo há pelo menos três anos, segundo o vice-presidente. Ele participou, como advogado, das contratações de Luis Fabiano, em 2011, e de Ganso, no ano passado.
O novo cartola viaja nesta segunda-feira com a delegação do clube para a excursão de quase duas semanas por Europa e Ásia. O São Paulo vai enfrentar Bayern de Munique, Benfica, Kashima Antlers e Manchester City ou Milan até voltar ao Brasil, no fim da próxima semana.

0 comentários:

Postar um comentário

 

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites Mais