segunda-feira, 8 de julho de 2013

Deputado Simplício entrará com ação exigindo que Roseana devolva dinheiro desperdiçado com Bolsa Eleição

O deputado federal Simplício Araújo (PPS), vice-líder da Minoria na Câmara, informou ao blog que dará entrada, nesta semana, a uma Ação Civil Pública no Ministério Público Estadual e Federal exigindo a devolução do dinheiro gasto no Conselho de Gestão Estratégica do Governo do Estado, o chamado “Bolsa Eleição”, espécie de mensalão pago com dinheiro público a cabos eleitorais e aliados do grupo Sarney, entre ex-prefeitos e parentes de políticos da base da governadora Roseana Sarney.

SimplícioApós pressão da sociedade e do desgaste que estava causando à sua gestão, a governadora Roseana decidiu, na última sexta-feira, extinguir o Conselho.
De acordo com o deputado Simplício Araújo, o dinheiro público gasto com 206 conselheiros, que recebiam mensalmente um jeton de R$ 5.850 para participarem de apenas uma reunião por mês, será calculado de acordo com as publicações das posses no Diário Oficial.
“A governadora Roseana Sarney, como pessoa física, será condenada a devolver o dinheiro desperdiçado”, disse o parlamentar ao blog.
Cada reunião do Conselho custaria R$ 1,2 milhão ao erário público. Anualmente seria desperdiçados R$ 14.461.200,00 milhões. Para Simplício, a suspensão do ‘Conselhão’ é uma prova cabal de que seu intento era apenas eleitoreiro, não tendo nenhuma funcionalidade.
“Um penduricalho, verdadeira sinecura para políticos aliados ou em cooptação. O Maranhão não pode aceitar esse descalabro, alguém deve ressarcir o erário público e ser responsabilizada por tamanha ilegalidade”, afirmou Simplício, ao ressaltar que o instrumento processual, previsto na Constituição Federal brasileira, que dará entrada será uma ação popular na Justiça comum estadual.

0 comentários:

Postar um comentário

 

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites Mais