quinta-feira, 20 de junho de 2013

Inflação derruba popularidade de Dilma

Estadão

 Enviado por Ricardo Noblat - 
20.6.2013| 4h25m
 A deterioração da popularidade da presidente Dilma Rousseff, detectada pela pesquisa da Confederação Brasileira da Indústria (CNI)/Ibope, revelou que o script adotado pela oposição de bater na tecla da inflação surtiu efeito e deixou o governo derrotado na “batalha do tomate”. A expressão foi usada pelos próprios petistas numa referência à fruta vilã da alta dos preços, cujo aumento no acumulado do ano foi de 51,6% segundo o IBGE.
Com margem de erro de dois pontos percentuais, para mais e para menos, a pesquisa foi realizada entre os dias 8 e 11 de junho, período anterior ao auge das manifestações de rua que tomaram conta de diversas cidades, originadas por um protesto contra o aumento das tarifas de ônibus. Não detectou o grau de aderência na imagem dos políticos, incluindo a da presidente, das manifestações e protestos dos últimos dias. Foram entrevistadas 2002 pessoas em 143 municípios.
De acordo com o levantamento divulgado nesta quarta-feira, a proporção dos que consideram o governo ótimo ou bom caiu de 63% para 55% em relação à última pesquisa, de março. Já os que consideram o governo ruim ou péssimo cresceu de 7% para 13% – o que, segundo a CNI, é o maior porcentual desde o início do governo Dilma. Outros 32% consideram o governo regular.

0 comentários:

Postar um comentário

 

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites Mais