quarta-feira, 12 de junho de 2013

Gato é usado para levar celulares para dentro de presídio em Getulina


Animal foi apreendido pelos agentes penitenciários com três aparelhos.
Segundo a Secretaria de Administração Penitenciária, fato é inédito em SP. .

Do G1 Bauru e Marília

Gato foi encontrado com aparelhos celulares grudados ao corpo  (Foto: Divulgação/ SAP) 
Gato foi encontrado com aparelhos celulares
grudados ao corpo (Foto: Divulgação/ SAP)

A Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) divulgou nesta quarta-feira (12) fotos da apreensão de um gato que foi usado para levar celulares para dentro de uma penitenciária em Getulina (SP). O animal foi encontrado pelos agentes penitenciários na noite de terça-feira (11) com três aparelhos celulares presos ao corpo com uma fita adesiva. 
De acordo com a SAP, a direção da unidade já investigava uma denúncia de que presos da unidade tentavam burlar a vigilância com o uso de animais domésticos para inserir materiais ilegais na penitenciária.
Durante a ronda, os agentes avistaram o animal andando com dificuldade na portaria e o atraíram com alimentos, evitando sua entrada na unidade penal.
Ainda de acordo com a nota enviada pela SAP, essa é primeira vez que um gato é usado para burlar a segurança em uma unidade prisional paulista. Em outras ocasiões pombos já foram utilizados.

Três celulares estavam presos ao corpo do gato com uma fita adesiva  (Foto: Divulgação/ SAP) 
 Três celulares estavam presos ao corpo do gato com uma fita adesiva (Foto: Divulgação/ SAP)
 
Animal foi encontrado andando com dificuldade por causa do peso dos celulares (Foto: Divulgação/ SAP)Animal foi encontrado andando com dificuldade por causa do peso dos celulares (Foto: Divulgação/ SAP)
 

0 comentários:

Postar um comentário

 

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites Mais