terça-feira, 14 de maio de 2013

Ex-dirigente do Santos crava Neymar no Bayern: "está fechado"

Especulações sobre ida de Neymar ao Bayern começaram depois que Guardiola foi contratado para assumir o time, na próxima temporada europeia Foto: Getty Images
Especulações sobre ida de Neymar ao Bayern começaram depois que Guardiola foi contratado para assumir o time, na próxima temporada europeia
Foto: Getty Images
Político e ex-presidente do Conselho Deliberativo do Santos entre 1981 a 1982, Vicente Cascione afirmou que o atacante Neymar atuará no Bayern de Munique, da Alemanha, a partir de agosto. A notícia foi divulgada em seu blog oficial, sob alegação de que o negócio já "está fechado" e que trata-se de uma "informação indesmentível". Cascione já foi deputado federal em duas legislaturas.

"Não estou especulando, a informação é indesmentível. A partir de agosto deste ano, o jogador (Neymar) fará parte do elenco do clube (Bayern de Munique)", disse.

Os rumores sobre a negociação são alimentados desde o anúncio do acerto do clube alemão, finalista da Liga dos Campeões da Europa, com o técnico Pep Guardiola, ex-Barcelona. Neymar, por sua vez, tem sido alvo de outras especulações, a última gerada pela ida do vice-presidente Odílio Rodrigues à Madri, na Espanha.

O jornal O Estado de S. Paulo garante que a ida de Odílio para a Espanha é uma operação do Santos para fechar uma transação do camisa 11 para o Barcelona. De acordo com reportagem, a transação deve ser anunciada entre o fim do Campeonato Paulista e o início da Copa das Confederações. O dirigente retornou nesta segunda ao País.

Jornais espanhóis garantem o adeus do atacante camisa 11 na próxima janela de transferências. O periódico Mundo Deportivo noticiou que Neymar já afirmou a colegas que deixará o clube. O pai do atacante externou em recente evento de lançamento do personagem de quadrinhos que leva o nome do craque do Santos que vê como provável a saída do filho para a Europa, mas somente após a Copa do Mundo de 2014.

Neymar da Silva Santos citou que o jogador terá "cumprido uma etapa" na carreira e externou a vantagem contratual de segurá-lo no clube até julho de 2014, data do fim do atual vínculo, para contar com 100% dos direitos econômicos. O pai do atleta ainda desmentiu a existência de um contrato cível do Barcelona com o filho, noticiado pelo jornal Sport.

Os direitos econômicos do atacante, atualmente, estão divididos entre Santos, detentor de 55%, a Teisa, grupo formado por conselheiros influentes do clube, 5%, e o Grupo DIS, 40%. A multa é de 65 milhões de euros (cerca de R$ 169,1 milhões).

O Terra tentou contato com os dirigentes do Santos, dentre eles o vice-presidente Odílio Rodrigues, mas foi informado pela secretária do cartola que ele está em reunião.

0 comentários:

Postar um comentário

 

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites Mais