domingo, 24 de fevereiro de 2013

Eficiente nos momentos certos, Sampaio goleia o BEC


Mesmo sem jogar bem, time tricolor faz o dever de casa e vence o Bacabal por 4 a 0.
 

  Paulo de Tarso Jr./Imirante
  
SÃO LUÍS – Eficiente nos momentos certos. Assim foi o Sampaio Corrêa na noite deste domingo (24). Mesmo sem jogar bem durante a maior parte do jogo contra o Bacabal, no Estádio Nhozinho Santos, o time tricolor fez o dever de casa e goleou a equipe do interior por 4 a 0 para ficar na liderança do Estadual de forma isolada com 7 pontos ganhos.

Mas quem compareceu ao Nhozinho Santos viu um Sampaio que soube ser mortal no fim do primeiro tempo e no início da etapa final, principalmente pela atuação do atacante Pimentinha, autor de dois dos quatro gols tricolores. Pior para o Bacabal, que conheceu a sua primeira derrota no Estadual e desperdiçou a oportunidade de assumir a ponta do campeonato.

Com o triunfo, o Sampaio receberá o Cordino na próxima quinta-feira mais tranquilo. Enquanto isso, o Bacabal enfrenta o Santa Quitéria, no Estádio Correão para fazer as pazes com a vitória. O Leão do Mearim segue na quarta colocação com 4 pontos.

O jogo

Simplesmente, o primeiro tempo entre Sampaio Corrêa e Bacabal foi difícil de se ver. Quem esteve nas arquibancadas do Estádio Nhozinho Santos pode ser considerado como um verdadeiro herói. Pouquíssimas chances de gol de ambas as equipes. Para dizer a verdade, o primeiro chute de jogo aconteceu somente aos 43 minutos com Jonathan, do Bacabal.

No entanto, a certeza de que o 0 a 0 iria prevalecer em uma primeira etapa ruim, foi substituída pelo grito de gol. Aos 44 minutos, Pimentinha subiu na área e, de cabeça, tirou o zero do placar: Sampaio 1 a 0. Os torcedores-heróis ainda comemoravam, quando Pimentinha cruzou. A bola desviou em Jonathan e foi parar no fundo do gol aos 45 minutos: Sampaio 2 a 0.

Apesar da vantagem no placar obtida com os gols-relâmpago, o resultado não representava o que havia sido o jogo. “Foi o nosso pior primeiro tempo, sem lances de perigo. Hoje não criamos nada”, declarou o goleiro Rodrigo Ramos na saída de campo.

Se o primeiro tempo foi sonolento, a etapa final foi bem diferente, pelo menos no início. O time tricolor precisou de apenas 13 minutos para transformar a vitória em goleada. Quem demorou para retornar às arquibancadas após ir ao banheiro ou à lanchonete não viu os gols do Sampaio. Aos 12 minutos, Célio Codó marcou e, no minuto seguinte, Pimentinha fez mais um: 4 a 0. Festa tricolor no Nhozinho Santos.

No restante da partida, o Sampaio administrou o resultado para confirmar a sua segunda vitória no Campeonato Maranhense 2013: 4 a 0.

0 comentários:

Postar um comentário

 

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites Mais